“Lute como uma garota, Manuela”

Uma parte das feministas da política ficou revoltada com as negociações do PT com o PCdoB. O fato de Manuela D’Ávila sair da posição de candidata para ocupar o cargo de candidata a vice do vice, ou seja, de formar a chapa com Fernando Haddad, depois que o TSE bater o martelo sobre a inelegibilidade de Lula, não pegou bem.
Embora não signifique muito no grande jogo do país, sair do protagonismo de um partido para entrar como coadjuvante em outro, começou a provocar comentários de colegas das duas legendas: “Lute como uma garota, Manuela”.

2 comentários em ““Lute como uma garota, Manuela”

  • 06/08/2018, 21:10 em 21:10
    Permalink

    Algum sabichão aí pode confirmar se é verdade que o Fábio Campana foi marqueteiro do candidato a governador, em 2014, Túlio Bandeira (PTC), que obteve fantásticos 13.700 votos, exatamente 0,23%? Em tempo: se Fábio Campana apoiou o candidato Túlio Bandeira, ainda bem que foi um marqueteiro totalmente incompetente!!! Depois das eleições, Túlio Bandeira virou freguês de, pelo menos, duas operações que o levaram em cana: Sinecura e Pecúlio.

    Resposta
  • 06/08/2018, 23:14 em 23:14
    Permalink

    “Uma parte das feministas da política…” Por que o blogueiro que assina o post não diz que feministas são essas? Devem ser as feministas que apoiam o Temer, o Geraldo Bolsonaro, o senador que botou a cavalaria em cima de professoras, o Messias Alckmin…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: