Mais dinheiro para combater o coronavirus

Da assessoria

Numa união de esforços para o enfrentamento ao coronavírus, a Defensoria Pública do Paraná vai destinar R$ 8 milhões à Secretaria da Saúde. O acordo foi costurado na noite desta quarta-feira (25) entre o Defensor Público-Geral do Estado, Eduardo Abraão, e os deputados Tiago Amaral (PSB), relator do orçamento, e Hussein Bakri (PSD), respectivamente Vice-Líder e Líder do Governo na Assembleia Legislativa.

Até o momento, o socorro financeiro que será repassado ao Governo do Estado pelos demais órgãos e poderes soma R$ 110 milhões: R$ 50 milhões do Tribunal de Justiça, R$ 37 milhões da Assembleia e R$ 15 milhões do Tribunal de Contas.

“Além dos recursos do orçamento do poder executivo, estamos viabilizando junto aos demais poderes, de imediato, aportes financeiros.  Sabemos que ainda não é o suficiente, mas é um primeiro passo”, afirmou Tiago Amaral, relator do orçamento.

“Esse dinheiro vai poder ser utilizado na compra de equipamentos básicos para os hospitais, em leitos extras de UTI e em todas as outras ações necessárias durante essa pandemia”, comemorou Hussein Bakri.

2 thoughts on “Mais dinheiro para combater o coronavirus

  • 26/03/2020, 19:21 em 19:21
    Permalink

    Quanto dinheiro. O governo nunca tem dinheiro. Mas sempre aparece com dinheiro. É muito dinheiro. Aonde vai, eu já não sei?

    Resposta
  • 26/03/2020, 20:19 em 20:19
    Permalink

    Não adianta colocar recursos para combater a expansão do coronavírus se o próprio presidente boicota, por má-fé e por completa ignorância, o esforço de se manter o isolamento horizontal. Em Londrina, afinado com o discurso do Bolsonaro está a Acil que só pensa no lucro dos patrões e manda às favas a saúde dos empregados. Hoje o isolamento vertical é conversa fiada de quem quer o comércio e a indústria funcionando a todo o vapor. Inclusive porque muitos trabalhadores têm 60 anos ou mais. Inclusive aposentados que continuam trabalhando para complementar a renda. De uma coisa, Bolsonaro & Cia. podem ter certeza: com o fim do confinamento horizontal, os casos de coronavírus explodirão e as mortes também, que serão devidamente colocadas na conta deles. Infelizmente o Brasil está nas mãos de muitos imbecis que não sabem nem mesmo interpretar as notícias sobre a pandemia do coronavírus que vêm da China, Espanha, Itália, Alemanha e Estados Unidos principalmente.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: