Mais um médico pode ser afastado da prefeitura de Londrina

Um médico do Samu, de Londrina, pode ser afastado do cargo por faltar a plantões, nos quais ele estava escalado. Segundo informações, desde janeiro do ano passado, ele teria faltado várias vezes sem justificativas. Esta não foi a primeira vez que o médico respondeu a um processo. O total de faltas seria de 96 horas. O jovem médico saiu do estágio probatório o ano passado, ele trabalha há três anos e sete meses na Prefeitura de Londrina. A Corregedoria Geral espera o encaminhamento de um auxiliar pela Autarquia do Município de Saúde, para instaurar o processo.

Deixe uma resposta