Mais uma bomba engatilhada na prefeitura de Londrina

A Caixa de Assistência e Previdência dos Servidores Municipais de Londrina encaminhou um ofício ao Tribunal de Contas do Paraná denunciando que a prefeitura está em débito com a Caapsml.

Segundo o ofício, a dívida é de R$ 70 milhões, dinheiro que, conforme a Caapsml, deveria ter começado a ser transferido em 2018 e ainda não chegou ao cofre da entidade. A lei que obriga a transferência foi elaborada na administração anterior.

O ofício pede ao TC que cobre uma posição e uma solução da prefeitura.

Aliás essa transferência é tema de um projeto de lei que está na Câmara de Vereadores.  Um vereador consultado disse que o prefeito Belinati quer jogar a bomba no colo deles.

 

E leia abaixo o projeto que está na Câmara

4 comentários em “Mais uma bomba engatilhada na prefeitura de Londrina

  • 19/11/2019, 09:58 em 09:58
    Permalink

    Não entendo a lógica desses administradores de Londrina. Diz que nao tem dinheiro para pagar o aposentado. Tira da Saúde para por na Previdência, no caso destes R$ 20 milhões. E digo mais. Disponibilizou R$ 7 mi para comprar duas empresas que já são do município. Londrina tornou-se terra de cegos e analfabetos funcionais no poder. Tem um que mal fez segundo grau e tirou um EAD nas coxas e pensa que é administrador.

    Resposta
  • 19/11/2019, 10:58 em 10:58
    Permalink

    E o dinheiro do iptu vai td p pagar comissionados e aumentar salarios gordos. Investimentos na cidade tem até menos q no barbosa e no kireef e nem pagar as contas num ta pagando.
    A propósito com a PEC da previdencia ja sancionada, o prefeito pode alterar a lei organica p q os ativos e aposentados c salarios elevados contribuam mais, mas pelo visto nao querem se indispor

    Resposta
  • 19/11/2019, 14:57 em 14:57
    Permalink

    Está faltando diálogo entre o Prefeito e Caapsml, é só senter a fazer, mas sabemos que o Prefeito não quer empreender na Caapsml, esta esperando um milagre, sei lá qual, pois, a LOA consta 116 milhões para Investimentos, 354 milhões de previsão para arrecadação de IPTU que nem mesmo este ano chegará a 250 milhões(tremos 42 mihões de deficit 2019), há algo que não sabemos, ele deve ter alguma carta grande na manga, ou novamente vai afundar no déficit do IPTU que em 2018 foi de 152 milhões, este ano 42 milhões e em 2019 será mais de 90 milhões que não serão recebidos e só inscritos em dívida ativa já que os proprietários não tem condições de pagar e vão levando a dívida dando prioridade para alimento, energia e água…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: