Mais uma jaca no colo do governo Belinati: Panelaço contra o atraso no repasse para o Provopar

Da Assessoria

Os trabalhadores contratados pelo Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar) farão um “panelaço” hoje, 21 de fevereiro, às 17h30, em frente da sede da Secretaria de Assistência Social (Av. Bandeirantes, 379). O objetivo é protestar contra o atraso nos salários dos 125 trabalhadores contratados pelo município por meio de convênio com o Provopar.

Segundo o presidente do Senalba (Sindicato que representa esses trabalhadores), Wilson Melo, o Provopar já foi notificado pela falta de pagamento, mas até agora nada foi feito. “A prefeitura alega que não fez o repasse porque o Provopar não repassou a documentação necessária para a manutenção do convênio. Entendemos que os funcionários não podem ser prejudicados, mesmo porque sabemos que o dinheiro está no caixa da Secretaria de Assistência Social”, afirma Melo.

O presidente do Sindicato diz ainda que a prefeitura não repassou ao Provopar o montante de R$ 375 mil, relativo ao mês de janeiro, alegando irregularidades na prestação de contas. “Os funcionários estão revoltados porque estão trabalhando sem receber e não tem informações claras de nenhum dos lados sobre quando a situação será resolvida. Por isso resolveram protestar”, ressalta Melo.

4 comentários em “Mais uma jaca no colo do governo Belinati: Panelaço contra o atraso no repasse para o Provopar

  • 21/02/2018, 09:41 em 09:41
    Permalink

    O presidente não esta nem ai pra possivel falha na prestação de contas… como todo sindicalista, é populista e atiça o povo contra o administrador que fez sua parte ao não repassar recurso para documentação irregular.
    Provopar, envie a documentação correta que o dindin chega…

    Resposta
    • 21/02/2018, 11:08 em 11:08
      Permalink

      O presidente do sindicato dos trabalhadores obviamente não tem nenhuma responsabilidade sobre a prestação de contas da Provopar. Mas tem a obrigação de defender os direitos dos trabalhadores e isso nunca foi populismo. Aliás, fazer panelaço é até pouco para quem não recebe o salário em dia. Me parece claro que o problema aqui não é populismo, é irresponsabilidade e incompetência de quem se dispõe a administrar uma cidade.

      Resposta
  • 21/02/2018, 14:46 em 14:46
    Permalink

    Defenda os trabalhadores atacando o problema e não fazendo populismo.
    O problema é a documentação, pressione ou ajude a direção a prestar as contas corretamente.. ameace greve.. mas jogar pedra do outro lado da rua é populismo sim…
    De que adianta os funcionários bancarem o sindicato pra isso? não precisamos pagar ninguém isso

    Resposta
  • 21/02/2018, 21:42 em 21:42
    Permalink

    Que pouca vergonha chefe, chama o Kirreff.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: