MDB minguou em Londrina e no Paraná

Para emplacar o vice-prefeito na chapa do então candidato Marcelo Belinati, o MDB saiu dando cotovelada em todo mundo, inclusive com o apoio sincero de Roberto Requião de Mello e Silva, o quase ex-senador, e provocando rachas internos com a debandada de alguns de seus filiados antigos.

O nome escolhido para compor a chapa foi o do ex-vereador João Mendonça. Interessava ao PP o tempo de televisão dos emedebistas. Apenas isto. Tanto que o vice praticamente não apareceu nas peças publicitárias.

Mesmo tendo emplacado Mendonça, e conseguido alguns cargos na prefeitura, o partido minguou na cidade e não elegeu sequer um vereador.

E esse enfraquecimento – aliás, em todo o Estado – é que está preocupando o novo presidente estadual, João Arruda.

Arruda, que foi candidato ao governo do Paraná, sentiu na pele fraqueza do MDB. Em Londrina, por exemplo, era acompanhado em visitas a mídia pelo ex-deputado e ex-prefeito Homero Barbosa Neto, do PDT.

Na próxima eleição os partidos não poderão formar coligações para a disputa proporcional, ou seja, cada um vai com a roupa que tem. Coligações só para a majoritária.

E é por isto que Arruda quer arrumar já a casa para ter não só opções de candidatos a prefeito, mas também para o legislativo.

Ou é isso ou o MDB Velho de Guerra vira apenas verbete de livros de história.

 

 

2 comentários em “MDB minguou em Londrina e no Paraná

  • 29/01/2019, 16:52 em 16:52
    Permalink

    Que coisa nojenta … Belinati aceitando apoio do mamona… Era si o que faltava… Tenho pena de LONDRINA…

    Resposta
  • 29/01/2019, 18:35 em 18:35
    Permalink

    poderiam convidar o BARBOSA NETO para o partido, ai fechava a acumulada…….ate a elza correa pulou fora.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: