Ministro da Saúde admite lockdown em cidades com situação mais grave

Ao contrário do que defende o presidente Jair Bolsonaro, o ministro Nelson Teich (Saúde) disse ontem que o governo federal deve recomendar o chamado lockdown (confinamento radical) para cidades que estejam enfrentando uma transmissão mais grave do coronavírus e afirmou que o plano do ministério para o isolamento social trará diretrizes regionalizadas.

Esperamos que Teich não seja demitido.

3 thoughts on “Ministro da Saúde admite lockdown em cidades com situação mais grave

  • 07/05/2020, 11:38 em 11:38
    Permalink

    Essa ideia expressa por governadores como o Dória, o Witzel e alguns governadores do Norte e do Nordeste pode ter algum significado, alguma consequência. Saída da boca desse morto-vivo nomeado ministro da Saúde nada significa, trata-se de apenas uma frase porque alguma frase tinha de ser dita, mesmo que vazia.

    Resposta
  • 07/05/2020, 13:57 em 13:57
    Permalink

    Ou a afirmação do ministro não é pra valer ou ele será demitido ainda hoje. Afinal de contas, o presidente, seu ministro da Economia e uma tropa formada por genocidas travestidos de empresários acabaram de fazer uma “visita” ao presidente do STF, pedindo a reabertura da economia do país. Certamente essa gangue de aliados do coronavírus querem que o STF declare inconstitucional qualquer decisão de prefeito ou de governador no sentido de manter o isolamento social e, ainda mais, a decretação de lockdown.

    Resposta
    • 07/05/2020, 14:52 em 14:52
      Permalink

      Seria um novo tipo de milicianos? Milícia empresarial… Terno, gravata e pose de malvado.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: