MP denuncia 13 auditores fiscais

Treze auditores fiscais foram denunciados pelo Ministério Público, além de um empresário do setor de bebidas e seu assistente por crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e corrupção passiva tributária. Os crimes teriam ocorrido entre 2002 e 2009 e consistiam na liberação de cargas em dois postos da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), onde os auditores fiscais atuavam mediante a cobrança de propina. O caso seria uma das ramificações da “Operação Publicano”, ao todo seriam 71 auditores envolvidos. O processo foi distribuído a 3ª Vara Criminal, e está sobre responsabilidade do juiz Juliano Nanuncio.

Deixe uma resposta