MP diz que Rony Alves e Mário Takahashi lideravam o esquema na Câmara

do Bicho Pau / Lino Ramos

O promotor Leandro Antunes e o delegado Alan Flore, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) apresentaram nesta sexta-feira (9) os detalhes da Operação ZR3, que desmantelou uma quadrilha especializada em mudar o zoneamento da cidade de Londrina em troca de propinas.

O número de denunciados, já encaminhados à Justiça, subiu para 13, entre eles os vereadores afastados Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV), a ex-presidente do IPPUL, Ignês Dequech e o ex-secretário do Ambiente, Cleuber Moraes Brito.

De acordo com o promotor Leandro Antunes, Rony Alves e Mário Takahashi eram os chefes da quadrilha. Ele disse ainda que há cinco fatos ainda em investigação e que dependem de novas diligências. Esses fatos e os envovidos serão denunciados futuramente.

Cinco fatos continuam sendo investigados, poque dependem de novas diligências e serão alvo de novas denúncias.

Dois fatos foram arquivados, porque não haveria indícios de crime. Um deles envolve o empreendimento imobiliário Bela Vittá. (leia mais)

4 comentários em “MP diz que Rony Alves e Mário Takahashi lideravam o esquema na Câmara

  • 09/02/2018, 16:54 em 16:54
    Permalink

    tem mais alguns vereadores que não dormem a trinta dias, ou cassam o prefeito ou vão para a cadeia

    Resposta
  • 09/02/2018, 18:29 em 18:29
    Permalink

    Penso que poderia ampliar esta investigação , pois com certeza deve respingar não só no legislativo , mas no atual e no ex prefeito . Aprofundem.e teremos revelações bombásticas.

    Resposta
  • 09/02/2018, 22:33 em 22:33
    Permalink

    Esse “funcionário do prédio” é muito desinformado!
    Devia pesquisar um pouco mais antes de sair falando asneiras.

    Resposta
  • 10/02/2018, 11:09 em 11:09
    Permalink

    ORCRIM DE LONDRINA, será que frequentaram o cursinho do PT da Márcia Lopes, Gilberto Carvalho e Lula?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: