MPF denuncia marqueteiro de Dilma e Lula e, de novo, Marcelo Odebrecht

Do UOL

O Ministério Público Federal denunciou na tarde desta quinta-feira (28) o marqueteiro João Santana, responsável pela campanha eleitoral de Dilma Rousseff, em 2014, e sua mulher, Mônica Moura, além de Marcelo Bahia Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht.

As acusações são por corrupção e lavagem de dinheiro e partiram dasinvestigações da Operação Lava Jato levantadas basicamente pelas 23ª e na 26ª fases, chamadas de Acarajé e Xepa, respectivamente.

Ao todo, são 17 denunciados. Na primeira leva, também estão o acusado como operador de propina Zwi Skornicki, os ex-diretores da Petrobras Renato Duque, Eduardo Musa e Pedro Barusco, além de João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, e João Carlos de Medeiros Ferraz, ex-presidente da Sete Brasil.

Por enquanto, o PT disse que ainda não iria se pronunciar sobre o caso. O advogado de Marcelo Odebrecht, Nabor Bulhões, foi procurado pelo UOL, mas estava viajando e ainda não comentou a denúncia.
Na segunda parte das denúncias, referentes à Odebrecht, também estão a secretária Maria Lúcia Guimarães Tavares, que fez delação premiada, além de executivos da empreiteira, como Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho e Luiz Eduardo da Rocha Soares. Santana, Moura e Vaccari também estão citados na segunda denúncia. Os outros eram funcionários da Odebrecht. (leia mais)

Deixe uma resposta