Nas mesas, cerveja sem alcool, e dá-lhe aglomeração

Coisas de Londrina.

Na justificativa para a lei seca em Londrina, foi dito que as pessoas vão aos bares e ficam horas bebendo, se confraternizando e promovendo aglomerações, atrapalhando o combate à pandemia.

Bom, hoje no Mercadão Shangrilá, clientes aglomeravam-se nos bares. Nas mesas, garrafas de cerveja sem álcool.

Aliás, os bares puderam voltar a funcionar ontem depois que o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, Marcos José Vieira, concedeu liminar a Associação dos Bares e REstaurantes.

One thought on “Nas mesas, cerveja sem alcool, e dá-lhe aglomeração

  • 19/09/2020, 22:02 em 22:02
    Permalink

    A conclusão ou lição que vai ficar dessa pandemia é que o povo de Londrina é um povo egoísta, sem empatia, que só enxerga o próprio umbigo e que só pensa em si e não está nem aí para o próximo. Não é um povo nem um pouco solidário e humano. É isso que vai ficar da pandemia. A cidade Londrina está enfrentando o pico de contágio, agora era a hora da população fazer aquele último esforço e se cuidar, respeitar as recomendações dos técnicos e ficar em casa o máximo que puder, só sair para trabalhar, para todos nós podermos o mais breve possível voltar a uma vida o mais próximo possível do normal. Mas parece que o povo não entende que, quanto mais desrespeitarmos o isolamento, mais tempo o vírus vai circular, e mais tempo vamos sofrer. Mas como eu disse, o londrinense é egoísta, não é solidário, e só quer saber do bem estar próprio e dane-se se 231 londrinenses já perderam a vida para o vírus e as 231 famílias enlutadas..

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: