Nota da CMTU

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) comunicou na tarde de hoje (23), ao Sindicato das Empresas de Transporte Público de Londrina (Metrolon), representante das concessionárias TCGL e Londrisul, que mantenha a prestação de serviços em 100% das linhas e horários do transporte coletivo nesta quinta-feira (24).

Em caso da greve dos caminhoneiros persistir, uma nova avaliação será feita amanhã pela Diretoria da CMTU para a programação dos horários e linhas do transporte coletivo na sexta-feira, sempre em busca do melhor para os clientes do sistema.

4 comentários em “Nota da CMTU

  • 23/05/2018, 19:44 em 19:44
    Permalink

    Nota acaciana! No jargão popular: não cheira, não fede; inútil mesmo.

    Resposta
  • 23/05/2018, 23:15 em 23:15
    Permalink

    Beleza! Considerando que a greve continue por mais algum tempo, o transporte coletivo funciona 100% na sexta e para 100% na segunda por falta de planejamento para enfrentar a falta de combustível. Esses caras têm uma preguiça para enfrentar circunstâncias adversas. É que isso dá um trabaaaaaaalho.

    Resposta
  • 23/05/2018, 23:42 em 23:42
    Permalink

    A notícia mais curiosa sobre a greve dos caminhoneiros foi da Paiquerê. Dizia a machete do portal que o transporte coletivo pode parar em Londrina. Dava a impressão que não ia mais ter busão na cidade no dia seguinte. No texto, lá no segundo parágrafo, do meio para frente, eis a verdade que dizia que a notícia se concretizaria em dois dias. O Paçoca tá parecendo o Ganchao: achando que o Temer e o Belinati são coisas diferentes. Avisa para esses patrões pró Temer que estão bravos com o IPTU que está faltando coerência. Cadê aquele pessoal que esperneava com a marolinha do PT e hj recebeu cargo do Belinatismo, que fundou o mensalão? Triste Brasil.

    Resposta
  • 24/05/2018, 10:26 em 10:26
    Permalink

    Tal pai, tal filho. Como o Temer foi avisado com antecedência que os caminhoneiros iam fazer greve e não tomou qualquer providência, o Marcelo Belinati, eleitor do Temer na Câmara Federal, também parece desconhecer que a greve dos caminhoneiros também já está acontecendo em Londrina.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: