Número de servidores cresce 60% nos últimos 15 anos em Londrina

Reportagem do jornalista Alberto D’Angele, da RPC TV/Londrina – que uma dia a gente chamava de TV Coroados – mostrou que o número de servidores da prefeitura de Londrina cresceu 60% nos últimos 15 anos enquanto a população da cidade aumentou apenas 22%.

Em 2002 eram 6255 servidores para uma população de 450 mil pessoas. Hoje são 1064 servidores para uma população de 560 mil pessoas. Só a folha de pagamento chega a R$ 57 milhões. (veja a matéria aqui)

 

10 comentários em “Número de servidores cresce 60% nos últimos 15 anos em Londrina

  • 19/08/2017, 06:05 em 06:05
    Permalink

    Veja bem Cláudio, discordo dessa notícia. O que cresceu foi o canbidaço de emprego para aliados e não aliados. Vc sabe quantas indicações o boneco de Olinda tem somente em Londrina?????????? Pior é que não se trata de carguinho com salarinho merreca. Não precisa ser uma mãe Diná pra responder!

    Resposta
  • 19/08/2017, 15:59 em 15:59
    Permalink

    Sou funcionário público, entrei nos último 15 anos, em um disputado concurso de provas e títulos, não foi por cabide de empregos. No meu dia a dia, vejo servidores trabalhando da melhor forma possível, se capacitando e se fazendo em dois, pois a máquina anda devagar e não há funcionários demais, mas justamente o contrário. Existem servidores ruins, vejo isso também, mas cabe aos cidadãos denunciarem essas pessoas. Não recebemos altos salários, a mídia vai tentando incutir na cabeça do povo que todos nós recebemos mais de 10 mil reais por mês, mas na verdade a maioria dos servidores recebem salários comuns. A grande parte dos altos salários que pesam na previdência estão no judiciário, no legislativo e nas forças armadas.

    Resposta
  • 21/08/2017, 10:07 em 10:07
    Permalink

    Isso é devido a incompetência e ineficiência do funcionalismo público, pois tem que ter cinco para fazer serviço que somente um daria conta. Só que nenhuma prefeitura abre falência, o povo que sente na pele a falta de verba para serviços básicos, pois grande parte dos recursos são usados para o pagamento da folha. Já o Sercomtel, está aí para todo mundo ver… Chega de funcionário público concursado que só pensa em salário; sou a favor de privatizar tudo!

    Resposta
  • 21/08/2017, 10:33 em 10:33
    Permalink

    Cabidaço de emprego ou não, bonecão de Olinda ou não, o fato é que o volume de funcionários públicos concursados é realmente monstruoso. É isso que pesa na folha de pagamento, não os comissionados, que do bolo todo é uma parcelinha de nada, e que não tem direito a nada, nem mesmo ao fundo de garantia.

    Além de ter um monte de gente, os funcionários públicos concursados ganham privilégios como estabilidade no emprego, anuênio, quinquênio, licença prêmio…, mas muitos fazem cera no serviço e, já é notório, não melhoram a qualidade no atendimento público, sem falar em outras coisinhas impublicáveis – que inclusive são casos de polícia..

    E a prefeitura ainda tem que ficar sustentando substancialmente a tal da Capsmel para esses mamadores.

    Além disso, os funcionários públicos são corporativistas e vinculados aos gananciosos sindicatos, que não pensam no povo e não estão nem aí pra paçoca.. A improdutividade impera ali.

    Funcionário público, que na prática não tem patrão e não trabalha com plano de metas eficiente e exigente, como se vê nas empresas comuns, tinha que fazer concurso regularmente, quinquenal, por exemplo, pra provar pro povo que merece continuar num empregão como esse. Fazer concurso uma vez na vida para depois encostar a bunda na estabilidade do emprego não é socialmente justo.

    Outra coisa: o Brasil tem 14 milhões de desempregados. Quantos desses são funcionários públicos? Nenhum!! E se você pegar os proventos de um funcionário público e comparar com o do trabalhador de uma empresa qualquer que exerce a mesma função (ou similar), vai ver que ele ganha 3 vezes mais que o pobre coitado do empregado privado.

    Por essas e outras é que o país não vai pra frente. Enquanto tivermos uma política permissivista que desiguala e singulariza esta casta de “trabalhador”, não vamos progredir.

    Parabéns à RPC e ao Paçoca por compartilhar esta importante matéria, esclarecedora, aliás.

    Resposta
  • 21/08/2017, 12:40 em 12:40
    Permalink

    Diante da matéria faço um questionamento…
    Em 2002 havia quantos terceirizados na administração municipal?
    Em 2017 há quantos terceirizados na administração municipal?
    Só pedir para o Alberto D’Angele fazer esse levantamento e trazer a público, se a diferença se mantiver, ok, senta o reio, caso contrário acredito que a matéria é tendenciosa, tentando jogar nas costas dos servidores a ingerência da cidade.

    Resposta
  • 21/08/2017, 16:00 em 16:00
    Permalink

    Jogar nas costas não;;; o Serviço publico é uma porcaria e custa muito caro. Não só em londrina.. A estabilidade do funcionalismo, os altos salários e sindicatos usurpadores destroem o pais

    Resposta
    • 21/08/2017, 16:40 em 16:40
      Permalink

      José passe uma semana em qualquer setor da ADM municipal depois fique a vontade para desferir sua posição, tem sim muitos “morcegos” na adm municipal, falo da minha realidade, mas a grande maioria, e geralmente são os que menos ganham, dão o sangue para desempenhar um serviço de qualidade, sem mais…

      Resposta
  • 21/08/2017, 16:01 em 16:01
    Permalink

    MUITO FUNCIONÁRIO PÚBLICO X POUCA QUALIDADE PÚBLICA

    Resposta
  • 22/08/2017, 11:50 em 11:50
    Permalink

    Em qual setor você fica? kk

    Resposta
  • 28/08/2017, 14:20 em 14:20
    Permalink

    O dia que as pessoas pararem de republicar falas e estórias sem conhecimento de causa, o mundo será muito melhor. Pesquisar não mata nem cai o dedo…. parem de abrir o bebedouro de lavagem e aprendam que não existe generalização…
    Quantas escolas foram construídas nesse período?
    Quantos postos de saúde?
    Como é qualificação dos servidores públicos de Londrina em relação as outras cidades?
    O que é oferecido pelo nosso Município que não tinha a 15 anos atrás?
    Quantas pessoas Londrina atende na sua região metropolitana? Mais de 1 milhão de pessoas
    Antes de fazer uma matéria extremamente tendenciosa, vale e muito fazer um levantamento de tudo isso que citei…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: