O dinheiro deve estar indo para o ralo

por Osvaldo Lima

Vamos brincar com números? Pois bem, o orçamento de Londrina em 2008 era de R$ 780 milhões e para 2019 será de R$ 2,06 bilhões. Haverá um crescimento de 264,10%. Descontando a inflação de 76% desse período, a arrecadação terá um crescimento real de 188,10%. Ano após ano pagamos mais impostos e o que vemos é uma piora nos serviços de saúde, educação e segurança. O município não faz investimento na infraestrutura da cidade e não tem dinheiro em caixa. Podemos dizer sem medo de errar que a boca do ralo por onde passam nossos impostos, cada dia aumenta mais.

5 comentários em “O dinheiro deve estar indo para o ralo

  • 07/12/2018, 11:12 em 11:12
    Permalink

    Na administração Marcelo Belinati, no lugar de “boca do ralo” melhor dizer “bocarra do ralo”!

    Resposta
  • 08/12/2018, 09:10 em 09:10
    Permalink

    Seria interessante computar aí também a população, para descontar um eventual crescimento vegetativo

    Resposta
  • 08/12/2018, 17:50 em 17:50
    Permalink

    ninguem que tocou londrina tem noção de gerenciar uma barraca de espetinho…..

    Resposta
  • 10/12/2018, 10:30 em 10:30
    Permalink

    O pior de tudo é que esse dinheiro, em vez de ir para o ralo, poderia estar indo para o comércio. Sim, o IPTU escorchante do dr. Marcelo tem um efeito nefasto em toda a cadeia produtiva do município e o setor que mais sente suas consequências é o comércio, que, além de pagar um aluguel mais caro com o aumento do IPTU, está tendo uma clientela com ainda menos dinheiro para fazer compras. Não há a menor dúvida de que uma parte das lojas fechadas ou em vias de fechar tem a contribuição decisiva do IPTU do amigo do Bolsonaro.

    Resposta
  • 10/12/2018, 14:29 em 14:29
    Permalink

    De uns tempos pra cá, parece que a sina do londrinense é eleger candidato que vai lhe esfolar o coro depois de empossado. Foi assim com Beto Richa, eleito com 70% dos votos dos londrinenses, governador que enfiou tarifaço em cima de tarifaço, aumentou imposto em cima de imposto e até acabou com a previdência poupada dos funcionários públicos estaduais. Agora é o Belinati, eleito em primeiro turno pelos londrinenses, que os cálculos precisos do senhor Osvaldo Lima provam ser o alcaide da cidade dotado de voraz apetite na hora de cobrar IPTU.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: