O eterno “embromation” da Secretaria de Saúde do Paraná

kiEm outubro de 2013 o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD) enviou a carta acima ao Secretário de Saúde do Paraná, Michele Caputo, cobrando uma definição sobre a construção do hospital da Zona Oeste.

Lá se vão quase dois anos e o ágil governo do Paraná ainda não decidiu o que fazer.

A Secretaria até enviou técnicos para avaliar opções de área. Vistoriaram os mais variados terrenos na região, mas sempre colocavam algum empecilho. Foi oferecido o terreno ao lado da Unidade de Pronto Atendimento, que fica na Avenida Arthur Thomas, próximo à PR 445, de fácil acesso, mas os técnicos consideraram a área pequena.
Foi sugerida a área ao lado do Colégio Castaldi, também na Arthur Thomas, que pertence ao estado, mas também disseram que não servia. Eles chegaram a manifestar o interesse por uma parte do terreno da Pontifícia Universidade Católica (PUC), porém a área, agora, é particular.
O prefeito chegou a conversar pessoalmente com o Secretário Caputo e colocar outros terrenos do município à disposição, mas nada de resposta.

Deixe uma resposta