O IPTU de Londrina e suas nuances

E o leitor indignado manda esta sobre o IPTU de Londrina e suas nuances:

Dentre outras sacanagens do IPTU tem a seguinte: pequenas edificações em grandes terrenos.

Conheço um terreno de 3.042,86 m², avaliado pela Prefeitura em  R$ 304.286,00 (100,00/m²), com a alíquota de 1,80%, IPTU de R$ 5.477,15, é um imóvel NÃO EDIFICADO.

Conheço outro imóvel de 4.372,92m², avaliado pela Prefeitura em R$ 1.357.529,07 (300,00/m²), com alíquota de 0,60%, IPTU de R$ 8.145,17, é um imóvel EDIFICADO.
Qual o detalhe? No segundo imóvel há uma construção comercial de 123,38m², ou seja 2,82%.
Daí eu pergunto, como um imóvel que tem uma edificação equivalente a 2,82% da área do terreno pode ser considerado um imóvel EDIFICADO, e pagar a alíquota de (0,6%)?
O IPTU deste segundo imóvel se estivesse calculado corretamente, ou seja, como NÃO EDIFICADO, seria algo em torno de R$ 24.000,00.
Pode cravar aí, tá cheio de imóvel assim na cidade, mas são os amigos do rei.

Deixe uma resposta