O risco do ambientalista se tornar apenas folclórico

O ambientalista João das Águas, como muitos lutadores solitários de causas complexas, volta e meia erra a mão. É inegável que ele conhece como poucos a bacia hidrográfica de Londrina, seus rios e riachos. Porém, a impressão que se tem é que o ambientalista quer impor uma ideia, um conceito. Se não for do jeito que ele imagina, não serve.

Não foi a primeira vez que ele promoveu ações de “ocupação”, como a da semana passada na Câmara. Em 2012, durante um debate entre os então candidatos a prefeito Alexandre Kireeff e Marcelo Belinati, na Rádio Paiquerê AM, entrou no estúdio e provocou um tumulto, discursando e exigindo que fosse firmado um compromisso com suas ideias.

Com estas atitudes, João das Águas corre o risco de deixar de ser um ambientalista que ainda detém algum respeito, para ser apenas um cidadão folclórico, o que não é bom nem pra ele nem pra cidade.

 

7 thoughts on “O risco do ambientalista se tornar apenas folclórico

  • 31/08/2015, 15:33 em 15:33
    Permalink

    A obsessao por impor ideias nunca teve um final feliz na historia mundial e aqui nao será diferente. Lamentavelmente meu amigo e companheiro de ideias está deixando os amigos que o o acompanham e aconselham para se enveredar pelo caminho perigoso da alienaçao social e eafetiva, ficando refém de sua propria ideologia e megalomanismo.

    Resposta
  • 31/08/2015, 15:56 em 15:56
    Permalink

    Putz Claudio, acho que esse barco já partiu. Infelizmente o folclórico já domina o ambientalista.

    Resposta
  • 31/08/2015, 17:18 em 17:18
    Permalink

    A ideia deste cidadão nada mais ´que um emprego publico(conhecido como boquinha, cargo em comissão) Londrina não aceita este tipo de coisas mais…..Quer discutir projetos traga a luz da discussão, não na truculencia como tem feito…hora de dar um basta neste cidadão….quer emprego va ao SINE.

    Resposta
  • 31/08/2015, 20:10 em 20:10
    Permalink

    Sr Pacoca
    Esse cara q se auto denomina como joao das aguas , nao passa de um folgado.
    Vc deveria conhecer um pouco melhor esse cidadão antes de elogia-lo no seu blog
    Em relacao ao ricardo barros e outros politicos q o sr critica , eu estou de pleno acordo
    Nao defenda esse ignprante
    Vao ppr em risco sua credibilidae

    Resposta
  • 01/09/2015, 12:44 em 12:44
    Permalink

    Enquanto os cães ladram a caravana passa, quem sabe faz a hora não espera acontecer, saber e não fazer é não saber,quem acompanha esta historia de verdade sabe que eu enfrento uma corja de omissos incompetentes e procrastinadores, alem de preguiçosos e desinformados, isso sim que reina nesta cidade especialmente entre os nossos políticos, o que estamos apresentando aqui, que resumidamente esta escrito neste site http://www.ecolondrina.com com relação ao amigo Odair que é um técnico porem ja se acomodou faz muitos anos, o que eu gostaria era de uma opinião técnica do programa e dos conceitos que estão aqui no ecolondrina e não de uma critica infundada e que não leva a nada, tipica dos funcionários públicos em fim de carreira com bom salario mas compromissos zero com qualquer mudança do sistema vigente, é lamentável. só tem uma forma de eu desistir do que acredito, quando for cuidar das águas celestiais..mas em breve com a entrada do MP na questão as coisa vão tomar outros rumos com certeza, certeza, enquanto isso JATAIZINHO começa a sair na frente com o ECOJATAIZINHO um abraço turma sem noção.

    Resposta
  • 01/09/2015, 14:48 em 14:48
    Permalink

    Tem muitos ambientalistas leigos, são aqueles que não são formados em nada, que não tem um conhecimento tecnico, mas dão seus palpites, são os palpiteiros, acho louvável que esses cidadães se preocupe com meio ambiente, mas tem muitos que quer se aparecer para chamar atenção para proveito proprio, esta na moda ser intitulado ambientalista, é chic ser ambientalista
    “Se voce pinta verde é só verde”

    Resposta
  • 01/09/2015, 22:18 em 22:18
    Permalink

    O que vejo aqui são comentários infundados de pessoas que só acreditam em tudo o que escutam e sequer buscam saber a verdade ou conhecer sobre o que estão falando. Sequer PENSAM em ir atrás de um pouco de informação. Parecem aquelas pessoas que entram em um site com notícias extremamente absurdas, acreditam naquilo e saem espalhando por aí.
    “Cargo comissionado”, “não tem um conhecimento tecnico”, “se auto denomina”, “nao passa de um folgado”, “ignprante”… É sério???
    Ok… Hora de todo mundo parar de fazer panelaço, protesto ou qualquer outro tipo de manifestação.
    Mais do que um ambientalista, ele é um ativista. Pelo menos ele não fica parado em casa, criticando causas ou pessoas que nem conhece. Injúria, calúnia, difamação é crime, viu?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: