Os bastidores fervem

O PSL tem o maior tempo nos programas eleitorais em 2020. Serão 12,81% do total. É uma baita moeda de troca. Se a candidatura de Filipe Barros não se confirmar em Londrina, ficará claro que a estratégia dos donos do PSL que destituíram a comissão provisória local era impedir que o tempo de TV fosse para o deputado Tiago Amaral além de minguar o número de candidatos a vereador que iria pedir votos para o candidato.

Mesmo com o avanço gigantesco das redes sociais, tempo de rádio e TV é essencial para quem quer ganhar eleição. Não permitir que Amaral – que já tem ao seu lado o DEM, PSC e PSD – fique com o tempo de TV do PSL privilegia acaba sendo um baita agrado para o atual prefeito.

Mas, como dizia o filósofo que nunca lembro quem é, a política no Brasil são como as nuvens no céu, em segundos tudo muda.

Até o dia 26, último prazo para as convenções, tudo ou quase tudo, se esclarecerá.

One thought on “Os bastidores fervem

  • 13/09/2020, 21:39 em 21:39
    Permalink

    Mas um partido com um tempo desse nos programas eleitorais não lançar um candidato próprio é porque, na realidade, não passa de um partidinho mequetrefe. Graças ao Moro, ao Dallagnol, à Globo e aos manifestantes dominicais, como a candidatura do Bolsonaro, a bancada desse partido não passa de um balão inflado com gás malcheiroso. Vamos lá, deputado Fifilipe Barros, sai candidato pra gente ver o seu tombaço!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: