Os pingos nos Is da Sercomtel e a possibilidade de mais crise a partir de amanhã

É óbvio que no poder público e todas as empresas ligadas ao poder público precisam e devem ser o mais transparente possível.

Considerando a matéria da Folha de Londrina, o presidente da telefônica Sercomtel, Carlos Adati, mostra números horripilantes na tarde desta segunda-feira em entrevista coletiva. Um deles mostra que o faturamento anual da empresa é praticamente do tamanho da dívida, isso se a dívida não for muito maior ainda.

Politicamente o presidente Adati – se todos os números forem corretos – coloca os pingos nos Is, tira o dele da reta já que começou a administrar a empresa em janeiro e joga no colo das administrações anteriores.

Por outro lado, como reagirá o mercado? Se a Sercomtel estivesse participando da Bolsa de Valores e convocasse a imprensa para dizer exatamente o que está dizendo hoje, o que aconteceria com a empresa? Quem é do mercado diz que a atitude, se fosse uma empresa privada, simplesmente afundaria de vez a dita cuja.

Qual fornecedor vai querer fazer negócios com a Sercomtel se ela está quase insolvente?

Outra coisa, além das diretorias da empresa que já passaram por alí, sempre recheadas de políticos ou apadrinhados políticos, pra que serve o Conselho de Administração se a empresa chegou a este ponto?

 

9 thoughts on “Os pingos nos Is da Sercomtel e a possibilidade de mais crise a partir de amanhã

  • 24/04/2017, 17:27 em 17:27
    Permalink

    Que cuidado com a empresa publica.. nao tiveram o mesmo com a Petrobras….

    Resposta
  • 24/04/2017, 20:51 em 20:51
    Permalink

    A verdade é que ela não dá lucro desde que linha telefônica deixou de valer um fusca. E a situação só piora, com colarinhos brancos a rodo. E, por isso mesmo, ninguém vai vende-la.

    Resposta
  • 24/04/2017, 21:58 em 21:58
    Permalink

    Onde está administracao técnica o Claudio Osti, eu se fosse vc
    iria perguntar ao Cristian Schneider.

    TATO – 24/04/2017

    Resposta
  • 25/04/2017, 10:09 em 10:09
    Permalink

    Este tal de ADATI pode entender de ESTACIONAMENTO , mas de telefonia é uma vergonha.
    Mas como foi uma imposição do seu guru que hoje manda na administração não teve como impedir a sua nomeação.
    Agora o BELINATI tem que abrir os olhos antes que comprometam ainda mais a sua gestão. Não estaria jogando contra a Sercomtel para forçar a VENDA da Empresa . Cheira uma armação neste sentido , iniciada na administração passada e dado continuidade nesta. Olho aberto pois este Japonês é muito ESPERTO .

    Resposta
  • 25/04/2017, 10:33 em 10:33
    Permalink

    A Sercomtel ainda está se aguentando porque as multinacionais de telecomunicação não praticam no Brasil o preço que elas praticam lá fora. Aqui as tarifas cobradas dos usuários são muito mais altas do que elas cobram nos Estados Unidos, Europa e até na Austrália.

    Resposta
  • 25/04/2017, 11:05 em 11:05
    Permalink

    O prefeito deve estar torcendo para o governo aprovar as mudanças nas leis trabalhistas. Aí a Sercomtel vai poder rediscutir os contratos de trabalho com seus funcionários. Conforme previsto nas mudanças na legislação trabalhista, até os salários dos funcionários poderão ser reduzidos. Em setores inteiros da empresa poderá haver a pejotização e os encargos trabalhistas ficarão por conta dos próprios empregados que passarão a ser “empresários”. Como as empresas não precisam apenas de custos baixos mas de muitos clientes, os funcionários da Sercomtel vão ter de ralar para ampliar o número de clientes. Sem estes não há faturamento que cresça. Mas, como contribuinte e comprador de telefone da Sercomtel, pra mim a empresa não precisa ser vendida (aliás, quem vai comprar uma empresa no buraco?), pode ser dada para seus funcionários desde que eles assumam as dívidas! O que me irrita é ver meu IPTU ser usado para salvar indefinidamente essa empresa.

    Resposta
  • 25/04/2017, 11:22 em 11:22
    Permalink

    mais uma vez cai por terra todo o discurso de campanha de que “faltava gestão”.
    que o belinatinho conhece o “caminho das pedras” (sei lá o que é isso..) para resolver todos os problemas.
    que na saúde tava sobrando dinheiro…

    agora é só choro. tirou dinheiro dos aposentados. não reajustou os servidores. quer aumentar ainda mais os impostos.
    mAS não foi bem isso que foi combinado no discurso de campanha. mas agora é diferente, conversa não resolve né. Tem é que trabalhar.

    Resposta
  • 25/04/2017, 16:17 em 16:17
    Permalink

    O tal do Schneider tem muito a falar, é só mostrar um talão Sá SANEPAR, ou levar o cara pra Beira do Tibagi.

    Resposta
  • 26/04/2017, 09:15 em 09:15
    Permalink

    Ricardo Paulista, não é preciso esperar as mudanças na lei trabalhista. É só ter saco roxo e demitir esse monte de aspones inúteis. Por exemplo, porque essa teimosia em indicar para as diretorias, pessoas totalmente sem perfil? O atual prefeito assumiu compromisso de prestigiar funcionários de carreira, mais uma promessa descumprida, esquecida e enterrada. Como pode assessor chegar p trabalhar (pasmem senhores) as 17 ou 18h? É isso mesmo! Por onde andam os atos administrativos destas nomeações? Será que os arquivos secretos voltaram a ser praticados???????

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: