Para juiz, ação contra Barbosa Neto não procede

Informa a assessoria de imprensa do ex-prefeito de Londrina Homero Barbosa Neto que o juiz Marcus Renato Nogueira Garcia, juiz substituto da 2ª Vara  da Fazenda Pública de Londrina, considerou improcedente  ação civil pública de 2014 pela promotora  de Defesa do Patrimônio Público Sandra Regina Koch, onde ela acusava  Barbosa Neto, por improbidade administrativa (2009-2012), dois ex-secretários municipais, Dênio Balarotti, o ex-presidente da Fundação de Esportes, Paulo Roberto de Oliveira e o ex-presidente da Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões (Caapsml).

Para a promotora, houve dispensa indevida de licitação para a contratação de serviço de limpeza dos prédios, das duas autarquias, executado pela empresa Proguarda. Ao contrário do juiz que afirma que os atos não ficaram comprovados. Para ele não há provas de que os réus tenham agido com vistas a alterar os critérios de precificação do contrato – de postos de trabalho para metragem da área. E muito menos, teriam contribuído de qualquer modo para atrasar as medições e para falha interna da Secretaria de Educação. Agora a decisão cabe ao Ministério Público.

One thought on “Para juiz, ação contra Barbosa Neto não procede

  • 17/10/2016, 18:41 em 18:41
    Permalink

    Pois e se fosse a uns dias atraz, o Vaticano poderia canoniza-lo, o cara e muito serio…..ainda não foi embora da praça depois de tudo que fez…..Cara de pau.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: