Parentes de políticos de Cornélio exonerados por “nepotismo cruzado”

E o prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche achou por bem, enfim, exonerar sete comissionados que, segundo o Ministério Público, participavam o famoso nepotismo cruzado. Tipo assim: você emprega o meu parente que eu emprego o seu. E quem paga é o contribuinte. Segundo informa o Ministério Público do Paraná os comissionados – cinco cônjuges de vereadores, uma filha de vereador e outra cunhada da vice-prefeita – ocupavam cargos em diretorias e gabinetes.

O MP ficou curioso em descobrir que, em Cornélio, parente de político ganha quase um “notório saber” para qualquer função, desde que o salário seja pago com dinheiro do contribuinte.

 

One thought on “Parentes de políticos de Cornélio exonerados por “nepotismo cruzado”

  • 14/07/2021, 19:26 em 19:26
    Permalink

    Imagine Londrina.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: