Petição atravessada

Do blog do Zé Beto

O PT não quer entregar a presidência da República ao ‘traidor’ e vice Michel Temer. Estuda a alternativa de novas eleições, o que no quadro legal só seria possível com a renúncia de Dilma e Temer ou a anulação da eleição de presidente e vice pelo TSE. Emenda constitucional, projeto de lei ou proposta de referendo não passam nas comissões de constituição e justiça e no STF.

José Eduardo Cardozo, advogado geral da União no exercício da advocacia privada de Dilma, não sacou a solução. Pode usar a ideia do advogado Luir Ceschin, de Curitiba, que cito ipsis verbis: “É só atravessar uma petição no processo do TSE reconhecendo que a chapa Dilma/Temer recebeu dinheiro no caixa dois e do caixa petrolão. Vão dois coelhos na mesma paulada”.

Fica a sugestão.

Deixe uma resposta