PF avisou Flávio Bolsonaro de que pegaria Queiroz, afirma ex-aliado

da Folha de São Paulo

Entre o primeiro e o segundo turnos das eleições em 2018, Flávio Bolsonaro foi avisado por um delegado da Polícia Federal que Fabrício Queiroz, funcionário de seu gabinete, seria alvo de operação. Simpatizante da candidatura Bolsonaro, o policial teria aconselhado Flávio a demitir Queiroz e que o mesmo fosse feito com a filha dele, lotada no gabinete do então deputado Jair Bolsonaro. O relato é de Paulo Marinho, 68, um dos mais importantes e próximos apoiadores do “capitão”, como ele ainda o chama, na campanha presidencial de 2018, em entrevista a Mônica Bergamo.

2 thoughts on “PF avisou Flávio Bolsonaro de que pegaria Queiroz, afirma ex-aliado

  • 18/05/2020, 14:04 em 14:04
    Permalink

    Pra que serve a policia federal? A tá,serve para acoitar infratores amigos ou correligionarios.

    Resposta
  • 18/05/2020, 19:14 em 19:14
    Permalink

    Finalmente vão se revelando os detalhes do vale-tudo para derrotar o PT. O grande comandante dessa operação é o recém-defenestrado do ministério da justiça (nenhum ministério do governo Bolsonaro merece letras maiúsculas): o eterno juiz de primeira instância Sérgio Moro. Moro, com bizarrices – pra dizer pouco – de todo tipo na interpretação das leis do país, tirou Lula da corrida eleitoral e condenou o PT à derrota eleitoral quando liberou às vésperas do segundo turno a delação fajuta do Palocci. E pra ajudar o candidato antipetista da hora, Bolsonaro (mas poderia ser Adolfo Hitler, Benito Mussolini e até Joseph Stálin), a turma do Moro na PF, segundo o empresário Marinho, aliviou a barra da família Bolsonaro. Tem muita gente escandalizada com a denúncia do ex-amigo do presidente mas torce pro Bolsonaro continuar no governo, é gente com muito verniz na pele ou óleo de peroba na cara.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: