PMDB do Paraná, de pai pra filho

Do blog do Fernando Tupan

O senador Roberto Requião quer transferir o comando do PMDB para o filho, Requião Filho. Hoje, o pai está deixando tudo para o filho. Até mesmo decisões polêmicas. Certas ou erradas, Bob Pai nem chega a contestar nenhuma das ordens do deputado estadual e deixa correr mesmo sabendo que poderá levar o partido a maior crise da história. Bob Filho deseja fazer o jeito dele o que vem irritando muitos membros do diretório estadual. Hoje a legenda perdeu força no Paraná e pode enfraquecer ainda mais na eleição de 2018, pela falta de visão do novato. Que não tem o conhecimento do pai e nem mesmo a liderança.

2 comentários em “PMDB do Paraná, de pai pra filho

  • 31/01/2017, 12:51 em 12:51
    Permalink

    O Fernando Tupan acabou de descobrir que a roda é redonda! Em nossa política de capitania hereditária o que mais temos são políticos investindo no sobrenome para deixar alguém da prole no comando “dos negócios”. Assim é com Requião, com Hauly, com Belinati, com Amaral… Para acabar com o patrimonialismo hereditário, só capando os chefes dos clãs…

    Resposta
  • 31/01/2017, 14:32 em 14:32
    Permalink

    deixa estes dois doidos de pedras , nas proximas vamos mostrar a este dois loucos o que aguardamos para os mesmos.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: