Polícia investiga fraudes no Fundo de Pensão dos Correios

Do Estadão

A Operação Positus, deflagrada nesta quinta-feira, 17, pela Polícia Federal, apura fraudes que podem ter causado prejuízo de R$ 180 milhões ao Postalis, fundo de pensões dos funcionários dos Correios, controlado por PT e PMDB.
Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Belém e João Pessoa. A Justiça Federal em São Paulo também autorizou a prisão preventiva de Fabrizio Neves, que estaria vivendo nos Estados Unidos. Ele requereu o passaporte italiano em Miami e há dois meses viajou para a Espanha. Como não foi localizado, seu nome foi incluído na lista de procurados da Interpol. (Leia mais)

Deixe uma resposta