Por enquanto, apenas a chapa de Cury disputa a Federação Paranaense de Futebol

A chapa liderada por Helio Cury foi a única que cumpriu todos os requisitos legais e está habilitada a participar das eleições da Federação Paranaense de Futebol no próximo dia 21. O Conselho Eleitoral analisou o pedido de inscrição de duas chapas – uma de Cury que pretende ser reeleito como presidente da FPF e outra de Ricardo Gomyde, que chegou a disputar uma vaga ao Senado pelo PCdoB em 2014 ao lado de Gleisi Hoffmann, e foi presidente da Parana Esportes na gestão de Roberto Requião.
A chapa Transformação obteve 40 apoios confirmados pelo Conselho Eleitoral enquanto a de Gomyde (Oposição de Verdade) teve apenas 19 apoios de times de futebol amador e profissional, bem como de ligas amadoras, não conseguindo alcançar o que determina o Estatuto da entidade, que são no mínimo 30 apoiamentos.
Cinco times de futebol que não foram declarados aptos a participarem da eleição da FPF recorreram à Justiça para conseguirem votar no sábado, sendo que quatro (os profissionais Andraus de Curitiba e Batel de Guapuava e os amadores curitibanos Olympique e Arbesc) não conseguiram liminar favorável e apenas um obteve sucesso (o profissional Cascavel CR), com isso dos anunciados 37 apoiamentos foram confirmados para Ricardo Gomyde apenas 19, já que dois times femininos (Assaí e Iguaçuense) foram desqualificados como eleitores da federação pela própria chapa de oposição, inutilizando seus apoios a Gomyde.
A eleição da FPF está marcada para a manhã de sábado no Hotel Pestana, no centro de Curitiba e a decisão do Conselho Eleitoral foi publicada ontem no link http://www.federacaopr.com.br/Paginas/Noticias/Exibir.aspx?id=8275

Deixe uma resposta