Por que quero Sergio Moro candidato?

Por *Fábio Aguayo*

O ex-juiz Sergio Moro estipulou prazo até o mês de outubro para dizer se será ou não candidato a presidência da República nas eleições de outubro do ano que vem. A decisão do homem que comandou a Lava Jato, maior operação de combate à corrupção na história do país, é esperada com ansiedade por amigos, apoiadores e boa parte da populaçao, até então calados, que acreditam ser possível mudar a história fazendo a coisa certa.

Sergio Moro, mesmo que ainda não esteja filiado a um partido político, aparece em terceiro lugar com uma média de 10 pontos nas pesquisas eleitorais. Seu desempenho leva a uma dedução simples: é o melhor e mais capacitado candidato a dar o rosto a tão esperada terceira via, freando de vez, desta maneira, a polarização entre o ex-presidente Lula e o atual presidente Jair Bolsonaro.

Muitos me perguntam nas ruas, aqui em Curitiba, em São Paulo ou até em Brasília, o porquê afinal quero Sergio Moro candidato? Respondo sempre a mesma frase com toda firmeza: Conheço o Sergio, e sei que a contribuição que ele pode dar ao Brasil é imensa. É o único que consegue hoje levantar de fato à bandeira do combate a corrupção. Um passo tão importante em nosso país na nossa jovem democracia.

Sabemos que a corrupção é o centro de grandes problemas que hoje enfrentamos. As consequências são danosas e provocam uma verdadeira catástrofe em nosso país. A corrupção sistêmica que assistimos faz muito tempo no dia a dia da nossa sociedade causa uma total falta da credibilidade. Além de inúmeros prejuízos na economia, saúde e na importante área da educação.

Moro sacrificou muito da sua vida profissional e pessoal em nome do que é certo, para tentar trazer um pouco de justiça para um país em que a impunidade, especialmente entre os mais poderosos, ainda é a marca. Sergio Moro já demonstrou que a retidão de caráter, a decência e a vontade de fazer o que é certo, independente das circunstâncias, podem custar caro.

A participação de Sergio Moro como candidato a presidente vai qualificar o debate e dará oportunidade para todos aqueles que, assim como eu, desejam um país mais justo, correto e sem corrupção. O Brasil, e os brasileiros, merecem ter a chance de escolher o que é certo, o caminho da decência, da credibilidade e da evolução democratica.

*Fábio Aguayo é empresário, integrante do movimento Cidadão Democrático de Direito e representante de entidades de turismo, gastronomia e entretenimento.*

 

4 thoughts on “Por que quero Sergio Moro candidato?

  • 18/09/2021, 11:07 em 11:07
    Permalink

    Moro deveria ser julgado por traição ao país já que, com o objetivo de tirar Lula das eleições e levar o PT à derrota eleitoral, ele destruiu empresas nacionais importantes, como a Odebrecht. Obviamente ele abriu espaço no Brasil a empresas estrangeiras. Além do mais ele colaborou com a justiça americano para que a Petrobras fosse duramente punida. Não é à toa que hoje ele presta seus serviços a uma empresa americana. Todos que apoiam Moro deveriam ir pros Estados Unidos morar com seu “mito”.

    Resposta
    • 18/09/2021, 19:09 em 19:09
      Permalink

      Não podemos repetir os erros.
      Moro é duas vezes mais perigoso que Bolsonaro.
      Um juiz que atuou de forma duvidosa, atropelou a jurisprudência, o rito processual.
      Destruiu empresas.
      Vai aparecer muita candidato tranqueira nas eleições 2022.

      Resposta
  • 19/09/2021, 11:09 em 11:09
    Permalink

    O juiz concurseiro (e isso quer dizer limitado intelectualmente) transformou a vara federal de Curitiba num comitê eleitoral antipetista. Nada mais do que isso. Ambicioso politicamente mas fraco estrategicamente se aliou a Bolsonaro e se transformou em ministro da “Justissa” do governo fascista. Os trajes negros do juiz que nunca saiu da primeira instância eram o sinal icônico de que ambos tinham a mesma alma. De olho gordo no STF, Moro achou que daria um salto fantástico da primeira instância para o STF com uma passagem rápida pelo ministério miliciano. Levou um tombo maravilhoso. Quebrou completamente a cara. Não deu tempo nem de ser vítima da justiça divina. Em breve seus chefes americanos o devolverão a Curitiba diante de suas limitadas capacidades intelectuais.

    Resposta
  • 21/09/2021, 00:20 em 00:20
    Permalink

    Fabio Aguayo não é o empresário curitibano que vivia às voltas com o ex-juiz? Gostava muito de aparecer ao lado do ex-juiz e da sua conje a advogada da APAE, tanto em eventos formais, quanto no show do Skank no Café Curaçao.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: