Por quem as panelas batem?

Por Antonio Prata

Temos toda a razão de bater panelas quando a presidente aparece na TV dizendo que a culpa por nossa pindaíba é da crise internacional. Mas por que não batemos panelas quando Eduardo Cunha, o líder dos “black blocs” brasileiros, vândalo que faz política com pedras, bombas e coquetéis molotov, vai em rede nacional dizer que trabalha “para o povo”, “sempre atento à governabilidade do país”?

Temos toda a razão de bater panelas contra a corrupção da Petrobras. Mas por que não batemos panelas contra o mensalão mineiro ou o cartel do metrô paulistano? Por que não batemos panelas contra a compra de votos para a reeleição do FHC? Por acaso pagar apoio na Câmara é mais grave do que pagar emenda na Constituição?

Temos toda a razão de bater panelas contra o retrocesso econômico de 2015. Mas como podemos não bater panelas contra o anel de pobreza que desde sempre engloba as metrópoles brasileiras, essa Faixa de Gaza de tijolo aparente, essa Cabul de laje batida onde se amontoa boa parte da população? (leia mais)

Um comentário em “Por quem as panelas batem?

  • 16/08/2015, 22:16 em 22:16
    Permalink

    Desculpe-me pelo lapso.
    O Pe. Roque recebeu doação da Andrade e Gutierrez sim (50 mil), mas foi na candidatura mal secedida à Dep. Estadual em 2014.
    Mas não deixa de ser estranho…

    Resposta
  • 17/08/2015, 09:51 em 09:51
    Permalink

    É que as panelas batem seletivamente. É que os protestos são contra corruptos seletivos, vão valem se os corruptos são tucanos ou seus aliados.

    Resposta
  • 17/08/2015, 11:51 em 11:51
    Permalink

    As panelas batem fervorosa e seletivamente contra Dilma e o PT.
    Agora, aquelas edificantes imagens de moçoilos com a bunda de fora, ou é um retrato da cara deles ou então minifestação pró DITA – DURA.
    Uma enorme, condoída e ansiada dita DURA…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: