Portal da Transparência ou da Opacidade?

Depois de constatar que aqueles “supersalários” na Caixa de Aposentadoria e Pensão dos servidores municipais de Londrina, denunciados no começo do ano passado, sumiram do Portal da Transparência, o leitor atento diz que agora Londrina está inaugurando o Portal da Opacidade.

7 comentários em “Portal da Transparência ou da Opacidade?

  • 17/03/2018, 11:52 em 11:52
    Permalink

    O Portal da Opacidade vai além dos salários, os cargos comissionados e secretários não batem ponto e não justificam suas ausências nessa Administração. A Secretaria de RH paga os salários integrais mesmo àqueles que não foram trabalhar ou em viagens particulares. Aliás, viagens particulares que estão usufruindo desde o começo da gestão sem lançamento de férias. Quando saírem receberão todas as férias como se nunca houvesse tirado.

    Resposta
  • 18/03/2018, 13:34 em 13:34
    Permalink

    É o portal da sem-vergonhice, portal do corporativismo tentando proteger a casta de MARAJAS do executivo e legislativo em Londrina e no resto do país. Temos que acabar com isso, para darmos um fim nesta casta de MARAJAS. Esse é o motivo principal para o aumento brutal e vergonhoso do nosso IPTU e Coleta de Lixo. Nossa administracao gasta quase tudo em folha de pagamento e nao sobra quase nada para os servicos essenciais que deveriam ser direcionados a população. E a nossa “GRORIOSA” Camara de vereadores querendo reformar o prédio, certamente para futuro não muito distante aprovar o aumento no número de vereadores. Com que argumento, se hoje os atuais não fazem absolutamente nada??????????? vamos acabar com esta casta de MARAJAS em Londrina para sobrar mais dinheiro para investimentos e desenvolvimento sustentável do nosso município.

    Resposta
  • 19/03/2018, 21:30 em 21:30
    Permalink

    O Engraçado é que foi denunciado, nenhum providência foi tomada, e as pessoas continuam no cargo. E o plano de saúde só que piora, quase todos os prestadores bons estão deixando o plano. Vai entender essa gestão Kireeff-Belinati.

    Resposta
    • 20/03/2018, 00:12 em 00:12
      Permalink

      O plano da CAAPSML é insustentável, pelo menos do jeito que está. O plano sempre foi bem barato, mas até certo ponto, era sustentável pois os credenciados eram em sua maioria os próprios servidores e seus cônjuges e filhos. Mas eventualmente, a administração decidiu que faria sua meta abarcar os pais dos servidores, incluindo de servidores já relativamente velhos. O resultado são milhares de idosos fazendo baterias completas de exames e exames caros com muita freqüência, além da cobertura total para tratamento de câncer, que é muito caro (de dez a vinte mil reais por mês, em média). Para cobrir esses procedimentos, seria necessário que a maioria dos beneficiários pagasse a mensalidade sem usar o plano, o que obviamente não acontece.

      Além disso, o plano paga um valor bem abaixo da média de mercado para os médicos, o que está afastando muitos médicos filiados a ponto de algumas especialidades estarem virtualmente extintas.

      Resposta
    • 21/03/2018, 10:52 em 10:52
      Permalink

      Qual o nome deles???

      Resposta
  • 21/03/2018, 10:51 em 10:51
    Permalink

    Oi Claudio
    Qual seria o nome de todos os servidores da reportagem????? Eu gostaria de pesquisar nesse Portal….
    Sou londrinense e também acho isso um absurdo…
    Obrigada

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: