Possivel vice de Ratinho é investigado pelo Gaeco, denuncia Veja

do Fernando Tupan

A pretensão do presidente licenciado da Fiep, Edson Campagnolo, de sair candidato a vice-governador na chapa de Ratinho Júnior pode ter ido pelos ares hoje (11). A implosão política começou quando uma matéria do Radar da revista Veja, assinado por Maurício Lima foi ao ar. Ela informa que Campagnolo, “considerado o vice ideal” para Ratinho Jr, é investigado pela Polícia Civil por apropriação indébita de recursos da Fiep.

“A campanha de Ratinho Júnior (PSD) ao governo do Paraná pode sofrer uma baixa nos próximos dias. Considerado o vice ideal para o filho do apresentador do SBT, o presidente licenciado da Federação das Indústrias do Paraná, Edson Campagnollo, pode ser levado a deixar a deixar a disputa em função de uma investigação aberta pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco)”, diz Veja.

“Campagnollo é investigado pela Polícia Civil por malversação dos recursos da entidade, cujo orçamento ultrapassa os 500 milhões de reais anuais. Um dossiê sobre o caso circula nos meios políticos do Paraná e aliados de Ratinho Júnior já defendem a escolha de outro companheiro de chapa. Campagnollo é filiado ao PRB”, prossegue a matéria da coluna Radar.

Um rol enorme de ilícitos graves integra a denúncia contra Campagnolo sob investigação do Gaeco. Entre elas consta o desconto de duplicatas frias de várias agências bancárias; o pagamento de passivos trabalhistas com recursos da Fiep; apropriação indébita do fundo de garantia dos servidores e apropriação indébita da própria Fiep.

Deixe uma resposta