Presidente da Ask diz que não há problema em participar do Conselho da Sercomtel

Presidente da Ask, call center que tem como um dos sócios a telefônica Sercomtel, Luciano Khull, a respeito do post “Sercomtel e a desgovernança corporativa”, disse, através da assessoria de imprensa, que não recebe jetons por fazer parte do Conselho de Administração da Sercomtel. Este, segundo ele, teria sido a condição pedida pelo presidente anterior da Telefônica, Carlos Adati, para que ele integrasse o Conselho e ajudasse a economizar no caixa da empresa.

Também informa que não há qualquer problema em participar do Conselho de Administração. O questionamento do post foi que, sendo presidente de uma empresa (Ask) que pertence a Sercomtel como ele poderia ser fiscal do próprio chefe, no caso o presidente da Sercomtel Hans Muller?

Segundo Khull ele não vota em temas relacionados a Ask, portanto, acredita que consegue ser isento nas demais decisões.

13 comentários em “Presidente da Ask diz que não há problema em participar do Conselho da Sercomtel

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: