Presidente do Conselho Federal da OAB ofende advogados e chama advogada de prostituta

E as “autoridades brasileiras” cada vez mostrando mais a sua face democrática.

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, bateu-boca no Twitter nesta quinta-feira (23). Após um advogado afirmar que a OAB está aparelhada pelo PT, Santa Cruz respondeu que “os filhos da puta” costumam não saber quem são seus pais.

No meio do debate, uma terceira advogada questionou Santa Cruz sobre a afirmação relacionada às garotas de programa. Ele então se “desculpou” por ofender a profissão da mulher. Após a repercussão da afirmação, o presidente do Conselho Federal da OAB (CFOAB) apagou os tweets e postou um pedido de desculpas. (leia mais)

3 comentários em “Presidente do Conselho Federal da OAB ofende advogados e chama advogada de prostituta

  • 24/05/2019, 20:16 em 20:16
    Permalink

    O presidente da OAB caiu numa armadilha ao responder a uma acusação completamente irrelevante de um bolsominion. Como discutir com idiotas, é perda de tempo e risco de perder as estribeiras ao assumir uma discussão com um fanático eleitor do Bolsonaro. Um bolsominion sempre fará uma provocação barata a um advogado que pediu o impeachment de um deputado federal que defende torturador e virou presidente da “república”.

    Resposta
  • 25/05/2019, 05:54 em 05:54
    Permalink

    OAB apresentará documento contra o “pacote anticrime” de Moro (G1), o que está acontecendo com esta instituição tão respeitada no passado e agora tentando proteger a corrupção no Brasil? Nada de novidade considerando que o PT criou raízes e se apoderou da OAB. É a falência das instituições que não querem acabar com a corrupção.

    Resposta
    • 27/05/2019, 10:44 em 10:44
      Permalink

      O sr. Luiz deve ter tirado de sua imaginação criativa a ideia de que o PT se apoderou da OAB. Bobagem sem tamanho. A OAB apresentar sua proposta para o “pacote anticrime” do ministro da Justiça faz parte do jogo democrático. Só governos ditatoriais não aceitam as ideias a não ser as do seu grupo. Se existem advogados que olham com restrição a ação do ministério da Justiça, também é absolutamente normal, ainda mais um ministério comandado por um ex-juiz que mandou grampear ilegalmente escritórios de advocacia.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: