Prioridade rural

Do Leandro Mazzini

Em meio às queimadas na Amazônia, a bancada ruralista no Congresso Nacional trata de outras “prioridades”, como a aprovação da PEC 187/2016 que pretende permitir atividades agropecuárias em territórios indígenas. O texto já foi aprovado na CCJ da Câmara, sob a relatoria deputado ruralista Pedro Lupion (DEM-PR).

Pá na mão

Nos bastidores, a bancada costura um acordo com a oposição para “desapensar”outra proposta (PEC 343/17), que trata da mineração. A proposta conta com o apoio da secretária especial de saúde indígena do Ministério da Saúde, Sílvia Waiãpi. A Funai vê com bons olhos o agro-indígena. Mas mineração, para todos, é um alto risco.

Pulso forte

Waiãpi disse em almoço a ruralistas sobre a PEC: “Ao trabalhar, e gerar sua própria renda, o índio tem todo o direito de comprar relógios e o que mais ele quiser”.

 

2 comentários em “Prioridade rural

  • 29/08/2019, 11:19 em 11:19
    Permalink

    Depois os otários não vão entender a suspensão de compra de produtos brasileiros nos países estrangeiros. Ou o boicote promovido pelos consumidores gringos aos nossos produtos. Que gente burra, meu deus!…

    Resposta
  • 30/08/2019, 11:14 em 11:14
    Permalink

    Ruralistas querem as terras indígenas para a agricultura e a pecuária. Bolsonaro oferece as terras indígenas da Amazônia para mineradores americanos. Todos eles querem o extermínio dos índios brasileiros. Até onde vai a barbárie dos donos do Brasil?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: