Professores da UEL decidem manter a greve

uel-2Professores da Universidade Estadual de Londrina decidiram hoje de manhã manter a greve por tempo indeterminado.

A decisão foi tomada durante assembleia realizada no auditório do Centro de Ciências Biológicas. Eles não concordam com a proposta do governo de pagar  3,5% de reposição em única parcela em outubro e 8,5% em janeiro de 2016.

Um comentário em “Professores da UEL decidem manter a greve

  • 11/06/2015, 12:21 em 12:21
    Permalink

    Esse pessoal vai conseguir, com o tempo, desgraçar a UEL. Chegará um dia que ela deverá ser extinta, privatizada ou federalizada. A luta pelo salário é justa, mas a coisa chega a um ponto em que me orgulho em ter optado por outra instituição.

    Resposta
  • 11/06/2015, 17:10 em 17:10
    Permalink

    os estudantes não gostam e os mestres não querem……

    Resposta
  • 11/06/2015, 17:21 em 17:21
    Permalink

    Se o Governador tivesse coragem para cortar o salário, essa greve sem noção acabaria rapidinho. Enquanto estiverem com o salário em dia, e sem disposição para o trabalho, esse povo vai empurrando a greve com a barriga. Enquanto isso, os alunos que se danem.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: