Projeto de Doutorado leva estudantes de comunidade carente de Londrina ao mundo da inclusão digital

Após as aulas, alunos abastecem um blog com os conteúdos ministrados em sala, demonstrando através de meios digitais o que conseguiram assimilar

Um projeto de doutorado em Estudo da Linguagem, desenvolvido pela doutoranda Claudia de Faria Barbeta, está levando um mundo novo aos alunos do ensino médio do Colégio Estadual Professora Roseli Piotto Roehrig, do Conjunto José Giordano, na zona norte de Londrina: a inclusão digital nas atividades multidisciplinares. E o resultado está na construção de um blog, o Macunaíma 2015 (www.macunaima2015.wix.com/modernismo), em que eles alimentam a página eletrônica com conteúdos elaborados utilizando as mais variadas ferramentas digitais.

            O resultado está surpreendendo tanto a doutoranda quanto os professores, pelo envolvimento e criatividade apresentado pelos alunos. “A escola atende muitos alunos que convivem com a fragilidade econômica, social, além de outros problemas como familiares e envolvimento com as drogas. E mesmo com toda esta fragilidade, eles conseguem desenvolver um projeto para a inclusão social”, afirma Claudia Barbeta.

            Neste projeto de pesquisa do doutorado em Estudos da Linguagem, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Claudia trabalha também com outros dois professores que ministram o conteúdo de sala de aula, dando subsídios para que os alunos possam criar o material que vai alimentar o blog. “O foco deste trabalho é desenvolver atividade aplicando as tecnologias pedagogicamente. E estamos conseguindo isso, mesmo diante das limitações tecnológicas que o colégio apresenta”, salienta.

            Além dos conteúdos desenvolvidos no projeto de pesquisa, Claudia cita que há outros professores que estão aplicando conteúdos com os estudantes, como o desenvolvido pelo professor de Artes, André Camargo Lopes. O resultado deste trabalho pode ser conferido no blog Arte no Roseli Piotto (www.andrecamargolopes1976.blogspot.com.br).

            “A empolgação dos estudantes é bem grande. A prova está na criação de QRCode, para que eles, além de escrever os textos, possam divulgar o trabalho com a comunidade em que vivem utilizando os recursos tecnológicos”, enfatiza Claudia Barbeta, citando que além da questão textual, os alunos também demonstram muita criatividade produzindo trabalhos com meios eletrônicos, como gravação de pequenas esquetes e gravação de áudios.

            Além da doutoranda e do professor de Artes, outros dois professores também estão utilizando dos recursos tecnológicos para trabalhar durante as aulas, tornando-as mais atraentes e agradáveis aos estudantes. “Com o uso destas tecnologias em sala de aula, os alunos acabam sendo motivados a participar mais e, com isso, assimilam melhor o conteúdo apresentado”, ressalta a doutoranda.

Um comentário em “Projeto de Doutorado leva estudantes de comunidade carente de Londrina ao mundo da inclusão digital

  • 18/11/2015, 12:16 em 12:16
    Permalink

    Realmente é um trabalho muito bom este, levando os estudantes de áreas carentes a redescobrir o gosto pelo estudo com o uso de ferramentas digitais como a internet, através de um blog simples, mas bem montado. Parabéns à Claudia e a todos os envolvidos neste projeto. Que outros projetos semelhantes a este possam se propagar em outras comunidades brasileiras.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: