Promotoria de Cambé na cola do prefeito Pavinato

E a promotoria Pública de Cambé está ativa e operante. Agora os promotores querem informações sobre o contrato para a iluminação de um trecho de três quilômetros no perímetro urbano de Cambé, que vai do viaduto da PR-445 até o sinaleiro da Balanças Açores. O prefeito João Pavinato, assinou o contrato e a ordem de serviço com a empresa Casa das Lâmpadas Ltda de Cascavel que foi a vencedora do processo licitatório. A Prefeitura de Cambé já recebeu o aval positivo da Concessionária Econorte, do DER e da Polícia Rodoviária Federal, autorizando e apoiando a obra já iniciada que tem uma programação de quatro meses de duração.12626050_943660515688893_197266475_n

4 comentários em “Promotoria de Cambé na cola do prefeito Pavinato

  • 01/02/2016, 18:55 em 18:55
    Permalink

    Prefeito tenta a todo custo burlar a regra do concurso público para abrigar cabos eleitorais e parentes de vereadores? que coisa feia. Quer enganar o Ministério Público? que coisa feia. Já não basta a liçao da APMI? O ministério público nao aguenta mais. Chega de falcatrua com dinheiro do povo.

    Resposta
  • 01/02/2016, 18:57 em 18:57
    Permalink

    Quantas chances foram dadas à este grupo guloso que sempre quer mais e nao respeita a Lei. Querem dar o troco do revés que levaram na APMI para gargalharem reunidos com o sentimento de que conseguiram enganar o Ministério Público. Acabou a mamata. E no tribunal de contas a coisa tá pegando também Claudio Osti. Da uma espiada lá, veja como esta o caso da devolução dos 19 milhoes que o PRefeito tem que fazer. E outras coisas do ano de 2013 que vai explodir

    Resposta
  • 01/02/2016, 19:21 em 19:21
    Permalink

    O custo operacional dos serviços de uma empresa de cascavel aqui com certeza e bem mais caro, que empresas da nossa região, por isso tem que ser investigado, qual o milagre que a empresa de Cascavel tem, que as empresa da nossa região não tem.

    Resposta
  • 01/02/2016, 20:54 em 20:54
    Permalink

    Tem que ficar na cola mesmo. Vai que o prefeito de Cambé está seguindo o modelo dos governos tucanos Alckmin (corrupção nos contratos da merenda escolar) e Beto Richa (corrupção nos contratos da Secretaria de Educação).

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: