PSDB vai defender cláusula de barreira e Parlamentarismo

O presidente nacional do PSDB, Tasso Jereissati , diz que o partido quer sim reformas mais profundas na legislação eleitoral.

“Nossas posições agora são a da cláusula de barreira, do fim da coligação proporcional já para 2018 e a questão do voto distrital misto, que vamos levar para chegarmos ao parlamentarismo. O parlamentarismo não agora, não como solução de crise, mas o parlamentarismo para 2022”, disse ele.

O senador acrescentou que, em sua opinião, o parlamentarismo é a saída mais clara para que o sistema político brasileiro não continue a ter que administrar uma crise “a cada dois anos”.

“A vantagem do parlamentarismo é que não tem crise nisso, e se o Congresso, os deputados e senadores, forem irresponsáveis nessa votação, eles caem também, e isso é o que a população quer”, disse. “Uma das questões da insatisfação da opinião pública em relação ao Congresso tem a ver com isso, porque o Congresso também provoca crises. Constantemente tem provocado crises, sem nenhum tipo de consequência para o Congresso. O parlamentarismo dá consequência aos erros do Congresso”, constatou Tasso.

 

Deixe uma resposta