PSL gastou verba de fundo partidário com artigos de luxo

Da F.São Paulo

Dirigentes do PSL, legenda pela qual Jair Bolsonaro se elegeu, usaram verba do fundo partidário para adquirir carros de luxo, fazer refeições em restaurantes caros e mudara sede nacional para um espaço que conta até com jardim de inverno. Especialistas em transparência e advogados eleitorais dizem que,embora não haja uma restrição jurídica clara, usar verba para bens luxuosos fere os princípios da administração pública. PSL afirmou, de forma geral, que o crescimento do partido ante 2018 justifica os gastos.

Deixe uma resposta