PT, sem anabolizante, ficou mirradinho

E o PT reúne a galera nesta sexta e no sábado, em Curitiba, para avaliar os resultados obtidos no 1º turno das eleições municipais de 2016 .
O PT deve tirar ainda dessas reuniões encaminhamentos sobre o calendário de mobilização, sobre a realização de um seminário com vereadores, prefeitos e vice-prefeito eleitos pelo PT este ano e também a programação de reuniões regionalizadas para avaliações e deliberações sobre o quadro político no Paraná.

O quadro não é nada bom para o partido. O PT terá muito o que discutir.

Como era esperado, o PT perdeu o comando de grande número de municípios nas eleições de 2016. Ao eleger 256 prefeitos no primeiro turno, o partido comandará no máximo 263 cidades a partir de 2017, caso vença nos sete municípios em que ainda participa da disputa, feito improvável na atual conjuntura.

É uma queda de 60% em comparação a 2012, quando o Partido dos Trabalhadores foi bem-sucedido em 638 candidaturas.

Deixe uma resposta