R$ 150 milhões em propina foram pagos ao PMDB e PT

Os ex-executivos da Andrade Gutierrez mostraram que empreiteiras responsáveis pela construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte combinaram o pagamento de uma propina de R$ 150 milhões, 1% do valor que elas iriam obter pelos contratos firmados pela obra. De acordo com eles, os valores teriam sido pagos e divididos entre o PT e PMDB. Os recursos foram pagos, segundo a delação premiada, na forma de doações legais para campanhas de 2010, 2012 e 2014. A delação foi homologada ontem, pelo ministro Teori Zavascki – relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) – e o conteúdo está em sigilo.

Um comentário em “R$ 150 milhões em propina foram pagos ao PMDB e PT

  • 08/04/2016, 17:13 em 17:13
    Permalink

    Só se estiver em sigilo a parte que se refere ao PSDB. Não há no Brasil cidadão com mais de dois neurônios que não sabe como são as relações da Andrade Gutierrez com o PSDB, inclusive, um telefonema grampeado de um executivo da empresa descendo o cacete com muito gosto no governo petista. Essa delação foi feita sob medida para agradar juízes e promotores que promovem golpe contra a democracia brasileira.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: