Ranking da transparência na administração pública. Nada a comemorar

Londrina está longe, bem longe de ter uma das administrações mais transparentes do Paraná. Segundo o ranking de transparência publica divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado, esta terra vermelha ocupa a 36ª posição no ranking.

O vexame não tão grande como o de Curitiba de Rafael Greca, que ocupa a 197ª posição.

do Contraponto
Uma vexame. A cidade de Curitiba, administrada pela terceira vez pelo prefeito Rafael Greca (DEM), está na 197° posição no ranking da transparência pública divulgado pelo Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) , que avaliou os 399 municípios do Paraná.
Curitiba fica em 197° lugar no ranking paranaense da transparência públicaO primeiro lugar no ranking ficou com a pequena cidade de Nova Tebas, na região central do Paraná, que tem menos de seis mil habitantes. Em 2020, o portal da transparência desta prefeitura atendeu a 94,82% dos critérios fixados no Índice de Transparência da Administração Pública (ITP), indicador inteiramente desenvolvido pelo corpo técnico do TCE-PR há três anos. A pontuação foi a maior já alcançada por um município desde o início da aplicação do ITP, em 2019, ficando ainda bem acima da nota média do levantamento, correspondente a 69,10%.

O desempenho de Nova Tebas também demonstrou que, como a maioria dos demais municípios paranaenses, a qualidade do seu portal da transparência aumentou substancialmente em comparação com o ano anterior, quando o ITP foi aferido pela primeira vez. Naquela ocasião, a nota da administração municipal havia sido de 65,38%, o que havia a situado na 195ª posição do ranking daquele ano.

Fruet – Ao comentar o resultado divulgado pelo TCE-PR, o deputado federal e ex-prefeito de Curitiba Gustavo Fruet (PDT) lembrou que, “em 2016 recebemos nota dez neste quesito em avaliação feita pelo Ministério Público Federal (MPF), alcançando o primeiro lugar do país”.

Os dez primeiros lugares do ITP ficaram com os municípios de Nova Tebas, Arapuã, Jussara, Tijucas do Sul, Francisco Beltrão, Guaíra, Missal, Itapejara do Oeste, Paranaguá e Iguaraçu. Já Maringá ficou em 19° lugar, Londrina em 36°, Cascavel em 42°, e Ponta Grossa em 146°.

3 thoughts on “Ranking da transparência na administração pública. Nada a comemorar

  • 15/01/2021, 13:39 em 13:39
    Permalink

    E o prefeito de Londrina plantando notícias para anunciar que vai anunciar no domingo a data do início da vacinação contra covid na cidade? É um comédia… Quá! Quá! Quá!

    Resposta
  • 17/01/2021, 10:18 em 10:18
    Permalink

    E Marcelo bate no peito mantendo Cavazzotti. Kkkkk piada pronta

    Resposta
  • 17/01/2021, 22:56 em 22:56
    Permalink

    Alex Canziani é o responsável pelo cartório?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: