Respeitar o período letivo para quê? A UEL poderia criar um calendário de estudos entre greves

A Universidade Estadual de Londrina, a continuar neste ritmo, caminha a passos largos para a irrelevância.  Agora foi decidido suspender o calendário escolar inclusive da pós gradução em que os alunos pagam para frequentar.

Vai chegar o momento em que o aluno, ao analisar as vantagens e desvantagens de estudar na UEL, vai querer, mesmo pagando caro, estudar nas particulares- e olhe que cada vez há mais opções em Londrina. Há alunos, e não são poucos, que não querem nem saber de estudar na UEL pelo simples fato de que entrando não terá a menor ideia de quando sairá.

São tantas as paralisações, manifestações, greves, etc, que até quem é jornalista tem que pesquisar qual é a parada do momento. Aliás, greve na UEL é tão comum que não é mais notícia.

Está certo suspender o calendário escolar. Aliás, a reitora Berenice Brandão poderia até inovar. Quem sabe criar um período de aula entre as greves. Seria mais honesto com os estudantes que desejam realmente estudar e com os professores que realmente querem ensinar.

 

 

 

2 comentários em “Respeitar o período letivo para quê? A UEL poderia criar um calendário de estudos entre greves

  • 25/11/2016, 10:35 em 10:35
    Permalink

    Esse povo da UEL precisa para de viajar e trabalhar. É uma vergonha com os altos salários que ganham. VERGONHA. #UELVERGONHA.

    Resposta
  • 25/11/2016, 13:02 em 13:02
    Permalink

    Nós merecemos compadre Paçoca. Quem tem um governador medroso, uma não “magnífica) frouxa e sem competência para gerir a UEL. Só da nisso mesmo. Meia duzia de gatos pingados de alunos mandam e desmandam sobre a UEL. Aí eu pergunto compadre PAÇOCA, esta “pôrra da Uel não tem departamento jurídico”? “FONDAM-SE”. Este é o que a “magnífica” e seus incompetentes assessores e professores sobre os alunos que são prejudicados.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: