Rocha Loures volta pra casa. Fachin autorizou

Do Fernando Tupan
O relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, revogou nesta sexta-feira (30/6), a ordem de prisão do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Ex-assessor especial do presidente Michel Temer, Loures estava preso desde 3 de junho por suspeita de recebimento de propinas da JBS. Ele foi filmado saindo de um restaurante com uma mala recheada com R$ 500 mil em propina, após negociação com Joesley Batista. As informações são do Correio Braziliense.

 Fachin determinou que Loures não poderá sair de casa entre as 20h e as 6h. Além disso, usará tornozeleira eletrônica. O investigado também está proibido de se comunicar com qualquer outra pessoa citada no processo, réu ou testemunha. Conforme a decisão, o ex-assessor de Temer não poderá deixar o país e terá de comparecer em juízo para informar e justificar atividades sempre que requisitado, devendo manter atualizado o endereço em que poderá ser encontrado.
Na noite de 28 de abril, Loures foi filmado por agentes da Polícia Federal, em ação controlada autorizada por Fachin, correndo numa rua de São Paulo carregando uma mala preta estufada de propinas da JBS – 10 mil notas de R$ 50, somando R$ 500 mil. O dinheiro da propina foi devolvido a Polícia Federal. Ele e o presidente Temer foram denunciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

One thought on “Rocha Loures volta pra casa. Fachin autorizou

  • 02/07/2017, 12:09 em 12:09
    Permalink

    Rocha Loures volta para casa. Fachin amarelou?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: