Sem aulas na UEL, mais uma vez. Reitoria culpa o Governo do Paraná

E lá vem mais uma notícia triste da Universidade Estadual de Londrina. A reitoria da Universidade decidiu adiar o início do ano letivo, que já está todo bagunçado por conta das greves.

Informa a Folha de Londrina que o motivo seria o Decreto No. 9.026, de 16 de março de 2018, recebido pela UEL na noite de sexta-feira (18), no qual o Governo do Estado não teria autorizado a carga horária necessária para a contratação de docentes temporários, o que inviabilizaria suprir as demandas da maioria dos departamentos da Universidade.
A Reitoria também convoca o Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (CEPE) para que, em reunião extraordinária marcada para a tarde de hoje, analise e delibere sobre a questão. Uma outra reunião também está marcada em Curitiba nesta terça-feira (20), entre os reitores de todas as universidades públicas paranaenses, para buscar estratégias de negociação. Além da UEL, a Unicentro também suspendeu o calendário letivo e a Unespar (Universidade Estadual do Paraná) aguarda a decisão do seu CEPE para suspensão do calendário a partir do dia 26 de março.

Um comentário em “Sem aulas na UEL, mais uma vez. Reitoria culpa o Governo do Paraná

  • 19/03/2018, 16:28 em 16:28
    Permalink

    O Governador deveria destituir essa reitora. Em um estado democrático de direito quem manda é o o Governante eleito pelo voto popular para representar o Paraná. Não respeitar isso é um absurdo. Chega de greve na UEL. Os salários são altos e trabalham pouco. Veja quanto custa a Rádio da UEL. Uma particular custa 10 vezes menos para existir.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: