Sem compensação do ICMS municípios da AMEPAR terão dificuldade para fechar folha de maio

Da Assessoria

Os prefeitos da Associação dos Municípios do Médio Paranapanema – AMEPAR se reuniram hoje de manhã (8 de maio) na sede da entidade para discutir a situação econômica dos municípios e  as ações necessárias para minimizar o impacto da crise que se ampliou com o Covid-19. O presidente da AMEPAR, Sérgio Onofre, prefeito de Arapongas, esclareceu que  com os auxílios e recomposições os municípios ganham fôlego, mas é preciso começar a preparar estratégias para enfrentar a crise econômica que já mostra sinais.

O prefeito de Centenário do Sul, Luiz Nicácio, explicou que se o governo federal demorar a aprovar o auxílio que recompõe a perda do ICMS, vários municípios da região já terão problemas em pagar a folha de maio. O presidente prometeu vetar parte da PLP 039  e, com isso, a sua aprovação pode levar até 30 dias. “ Os municípios não tem este tempo, porquê já estão perdendo arrecadação”, salienta Nicácio.  Segundo o prefeito, por exemplo,  a arrecadação de ICMS dos municípios deve cair em torno de 30 % , comparada com o mesmo período do ano passado – já contabilizados o auxílio ainda não aprovado. Ele lembra que maio é, historicamente, o mês com maior arrecadação.

O recebimento de auxílios e recomposição também geram preocupação. “Antes mesmo do recurso chegar já estamos sendo cobrados. Não entendem que estes recursos vem para cobrir parte das perdas, para minimizar a situação”, ressalta o presidente da AMEPAR, Sergio Onofre. Para ele os efeitos econômicos começam a ser sentidos, agora, com a reabertura do comércio e devem se agravar entre agosto e setembro. Nicácio acredita que o PIB dos municípios caia em até 10% este ano.

 Por isso a AMEPAR orientou os prefeitos a adotar estratégias para economizar, reduzindo ao máximo os gastos nas áreas possíveis. Redução de cargos comissionados e gratificados;  redução dos salários permitidos em lei e acionar a justiça pedindo adiamento do pagamento dos precatórios, foram algumas das iniciativas que os prefeitos relataram estar tomando.

Participaram da reunião os prefeitos: Sérgio Onofre ( Arapongas); Edson Brene( Bela Vista do Paraíso);  Zé do Carmo ( Cambé);  Luiz Nicácio ( Centenário do Sul);  Nelson Correia Júnior ( (Florestópolis); Dirceu Urbano ( Jataizinho); Marcelo Belinati ( Londrina); José Antônio Gerônimo ( Lupionópolis); Bruna Casanova ( 1º de Maio), além de vários secretários municipais.

One thought on “Sem compensação do ICMS municípios da AMEPAR terão dificuldade para fechar folha de maio

  • 09/05/2020, 20:06 em 20:06
    Permalink

    Se com os municípios que o dinheiro cai automático da arrecadação de impostos, imagine para as empresas e famílias que não podem abrir ou trabalhar. Muitos já pagam o salário pela metade – alguns sem ajuda do governo – e outros demitem sem pagar o acerto. Coitado trabalhador, humilhado pela roubalheira dos politícos que nem depois da Lava Jato ficam intimidados. Fora Jair.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: