Será que obedecem? Temer proíbe ministros palanqueiros de entrarem nas campanhas

Da Coluna Esplanada/Leandro Mazzini

Certo de que vai permanecer no cargo após o processo de impeachment de Dilma Rousseff no fim de agosto, o presidente interino Michel Temer mandou recado para os ministros.

Proibiu os membros do primeiro escalão da Esplanada de entrarem em campanhas nos seus estados, para evitar rachas na base no Congresso e prejudicar votações de projetos importantes.

Está em perigo, assim, o projeto de Poder da família do ministro da Saúde, Ricardo Barros. A sua filha, a deputada estadual Maria Victória, é candidata a prefeita de Curitiba pelo PP. A esposa de Barros, Cida Borghetti, é vice-governadora do Paraná e marcará presença em vários palanques. Ricardo Barros está se programando para atuar fortemente em Maringá (com o candidato e irmão Silvio Barros), em Londrina (Marcelo Belinati); e em Cascavel (Hélio Laurindo)

Deixe uma resposta