Servidores da Sercomtel Telecom, ansiosos com a votação de amanhã na CML

A Câmara vota amanhã em segundo turno, projeto que autoriza a Prefeitura de Londrina à comprar da Sercomtel Telecomunicações suas subsidiárias de call center e iluminação pública.
O valor da transação será de 7 milhões, e deve ajudar o caixa da Telecom até o leilão. Enquanto isso, seus servidores já articulam a migração da deficitária operadora de telefonia, para as novas empresas municipais, eles defendem, que por serem concursados, poderiam ser transferidos sem ofensa ao art. 37 da Constituição Federal.

Por outro lado, com a aprovação de amanhã, os quinhentos empregados do Call Center e da Iluminação, passarão a integrar os quadros indiretos da prefeitura. Os 500 empregados da Telecom, anseiam pelo mesmo destino. A pergunta que fica é: Teremos dinheiro pra tudo isso?

Sustentar esses 500 novos servidores, e os possíveis outros 500 servidores da operadora.

Pra isso, precisaremos reduzir os médicos e remédios nos postos de saúde e os professores nas escolas?

Alguém aí está fazendo a conta de “custeio” dessa brincadeira?

8 comentários em “Servidores da Sercomtel Telecom, ansiosos com a votação de amanhã na CML

  • 09/09/2019, 15:12 em 15:12
    Permalink

    Como sempre é uma conta de chegar, ao estilo Belinati e suas pesquisas Datapadaria.
    Sem pé nem cabeça.

    Resposta
  • 09/09/2019, 16:12 em 16:12
    Permalink

    O presidente disse que: “A operação será autossuficiente” Que o faturamento que hoje advém da Sercomtel Telecomunicações (25 milhões por ano), será substituído por um contrato de “156” com a prefeitura pelo mesmo valor. Basicamente, todo o recurso “discricionário” do orçamento irá para o “156”. Genial!

    Tem um escritório de advocacia que já está prometendo reintegração nas “sobras” do extinto Grupo Sercomtel… Morro, mas ñ vejo tudo…

    Resposta
  • 09/09/2019, 18:19 em 18:19
    Permalink

    Quero entender, o prefeito vai privatizar a telefônica e estatizar 2 novas empresas? Que negócio doido é esse? E bem às vésperas da eleição, como aconteceu qdo a Copel comprou ações da Sercomtel e até hoje só o tio Bila sabe onde foi parar aquela fortuna .

    Resposta
  • 09/09/2019, 18:54 em 18:54
    Permalink

    Dizem nos corredores da empresa que os funcionários sem concurso estão com os dias contados.

    Resposta
  • 09/09/2019, 21:16 em 21:16
    Permalink

    Pronto! Apareceu uma herança maldita do KKKireeff! O ex-prefeito presenteou a Sercomtel com toda a arrecadação da taxa de iluminação pública de Londrina com a criação da Sercomtel Iluminação, na verdade, uma besteira já que o serviço que a Sercomtel Iluminação faz poderia ser feito tranquilamente pela Secretaria de Obras. E agora o prefeito propõe comprar a empresa que foi doada para a Sercomtel já que o serviço, como o incompetente ex-prefeito achava que a administração era incompetente como ele, nem mesmo foi levado a licitação. E a prefeitura vai “comprar” também o Call Center. Pra quê? Pra oferecer refis para os maus pagadores de impostos?

    Resposta
  • 10/09/2019, 06:59 em 06:59
    Permalink

    Marcelo, lembrando que a empresa de calor center teve seu regime de gestão pública através de seus acionistas e criada por ata, não por lei. Todavia todos até os funcionários até quem fez concurso estão no mesmo barco.

    Resposta
  • 10/09/2019, 18:31 em 18:31
    Permalink

    Luciano Kühl e Edilson, fazendo história como os melhores diretores. parabéns…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: