Servidores de Londrina negociam reposição da inflação de 4,56%

O Sindicato dos Servidores Municipais de Londrina e o prefeito Marcelo Belinati estão fazendo reuniões para discutir a pauta de reivindicações. A data base da categoria foi em fevereiro, mas as negociações tiveram que ser adiadas porque o prefeito quebrou o pé e ficou afastado por 60 dias. Depois a esposa do prefeito pegou covid.

Segundo o presidente do SindiServ, Marcelo Urbaneja, os servidores querem a reposição da inflação (4,56%) e a solução de problemas pontuais.

“Por exemplo, existem decretos que foram editados no ano passado proibindo usufruir férias. Mas como a pandemia vem se estendendo, tem servidores que já vinham com férias vencidas. É preciso equacionar para o servidor até não adoecer. Na educação, os professores tiveram que se adaptar com relação aos novos meios e ainda assumiram funções de outras secretarias como Ação Social (cadastro e distribuição de cestas básicas) e Saúde (cadastro de vacina)”, disse Urbaneja.

A próxima reunião entre as partes será no dia 7 de maio.

 

 

One thought on “Servidores de Londrina negociam reposição da inflação de 4,56%

  • 26/04/2021, 15:23 em 15:23
    Permalink

    Nós, servidores do Estado, estamos há mais de 5 anos sem reposição. O Governador Ratinho descumpriu o acordo judicial.
    A ALEP – Assembléia Legislativa do Paraná é conivente com o Governo.
    Independência dos poderes só no papel. A prática é outra.
    E, será que essa Câmara amiguinha do Prefeito, vai aprovar também por unanimidade, como tem feito com os demais projetos?
    Por que precisará passar pela Câmara, que poderá aproveitar a oportunidade e aumentar o próprio salário. Vai vendo.

    Resposta

Deixe uma resposta para Gláucia Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: