Sindicato dos Jornalista do Norte do Paraná repudia atitude do presidente da CMTU

Nota Oficial

O Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná vem a público dizer que repudia a postura do presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), José Carlos Bruno de Oliveira, com relação à reportagem “CTR: vala de lixo está à beira do esgotamento”, publicada como manchete da edição do JL de quarta-feira, dia 19 de novembro. No final da tarde da quarta-feira, ele convocou uma entrevista coletiva com o objetivo de desqualificar a autora da reportagem, a jornalista Erika Pelegrino. Em momento algum Oliveira questionou o ponto central da reportagem, que é o de que a vala do Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) usada atualmente para receber o lixo domiciliar tem capacidade para mais 100 dias de vida útil e a nova vala entrará em operação em 130 dias.
Oliveira garante que a licitação aberta para contratar a empresa que vai fazer a nova vala não terá problemas e que tudo será feito dentro do prazo. Mas o seu posicionamento, como mostra a reportagem, é visto com desconfiança dentro da própria gestão da qual ele faz parte. O presidente da CMTU usou a entrevista coletiva apenas para defender a tese de que o risco apontado na reportagem não existiria, embora em momento algum tenha negado um único dado citado no texto. Na verdade, o que deixou Oliveira irritado foi a submissão do “discurso perfeito” do mundo oficial ao escrutínio que o jornalismo deve fazer.
O ataque do presidente da CMTU à repórter não ofende apenas Erika Pelegrino como pessoa e jornalista. Ofende a liberdade dos profissionais de imprensa de fazerem o seu trabalho com independência, que é um dos pilares das democracias modernas. O que legitima o direito dos jornalistas de buscarem informações para submeter o discurso governamental ao contraditório é o direito do cidadão de saber o que fazem os governos e os governantes. Não cabe no século XXI o discurso de Luís XIV, o “Rei Sol”, de que o Estado era ele. A verdade não é o presidente da CMTU e seus arroubos autoritários. Ela precisa ser buscada incansavelmente por meio do jornalismo. É isso o que a sociedade espera dos jornalistas. E é a liberdade de atuação profissional, com responsabilidade e ética, que o Sindicato dos Jornalistas vem a público defender.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná
Londrina, 20 de novembro de 2014.

3 comentários em “Sindicato dos Jornalista do Norte do Paraná repudia atitude do presidente da CMTU

  • 20/11/2014, 19:35 em 19:35
    Permalink

    Isto é o tipo de pessoas competentes que este prefeito Lopes face tem, alem de não terem nenhuma capacidade são mal educados e atrevidos , pois pensam que são intocáveis como a maioria dos que ocupam cargos nesta administração, incluindo ai os nobres vereadores. Que pena Londrina alem de um péssimo Prefeito tem uma equipe de baixíssima capacidade , com raríssimas exceções.

    Resposta
  • 20/11/2014, 19:50 em 19:50
    Permalink

    será que essa gestão técnica do Kireef não passa somente pelos portões da sociedade rural que experiencia tem esse tal para estar onde esta cabide de emprego simmmmmmmmm

    Resposta
  • 21/11/2014, 12:09 em 12:09
    Permalink

    Prefeito a responsabilidade e toda sua.Colocou uma pessoa que se acha superior a tudo e a todos, em uma empresa que sempre a problemas de varias ordens.Este senhor na SRP, em sua gestão já aprontou poucas e boas, causando grande racha na referida sociedade rural.Seu calvario irá começar por ai seu Alexandre Lopes.Em tempo junto com o presidente da CMTU, esta o aspone Je Luiz ou ze do porco, tbem um poço de educação, vais longe .

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: