STF condena jornalista Paulo Henrique Amorim por injúria racial

do portal UOL

do portal Comunique-se

A condenação do apresentador Paulo Henrique Amorim foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O comunicador perdeu a ação em que responde por ter chamado o jornalista Heraldo Pereira de “negro de alma branca”. A confirmação da decisão foi feita em 5 de junho pelo ministro Luís Roberto Barroso, que decretou o trânsito em julgado de decisão da 1ª Turma do SFT.

A decisão de 2017 resultou na condenação de Paulo Henrique Amorim a pena de 1 ano e 8 meses em regime aberto e multa por prática de injúria racial contra o jornalista da TV Globo. A pena foi convertida em restrição a direitos.

Entenda o caso

Em 2009, Paulo Henrique Amorim fez post criticando o jornalista da Globo. Na época, depois de chamar o jornalista da Globo de “negro de alma branca”, ele afirmou que Heraldo durante toda a carreira na comunicação “não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde”. Em 2013, as afirmações foram, de acordo com decisão anterior do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), “desrespeitosas e acintosas à vítima, excedendo os limites impostos pela própria Constituição Federal”.

Mais tarde, em 2016, o apresentador foi novamente condenado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que determinou a execução imediata de pena imposta ao comunicador em processo envolvendo outro profissional da imprensa, o comentarista político Heraldo Pereira, da Rede Globo.

3 comentários em “STF condena jornalista Paulo Henrique Amorim por injúria racial

  • 19/06/2018, 14:02 em 14:02
    Permalink

    Esse aí foi um dos que mais chorou com a queda do PT. Se não me engano recebia algo na faixa de 70 mil reais por mês pra manter aquele blog fuleiro, Conversa Afiada, onde ele e passava o tempo todo rasgando seda para o PT, xingando seus opositores e postando “charges” porcamente editadas no paint, tendo uma audiência praticamente nula. Depois da queda, o blog dele e todo o resto da esgotosfera petista de que fazem parte o Brasil 24/7, Diário do Centro do Mundo, O Cafezinho e outros chorumes tiveram de correr pra fazer campanhas de assinatura e crowdfunding.

    E esse caso de racismo foi até divertido porque um daqueles “movimentos sociais” apêndices do PT que defendiam a causa negra, quando soube do processo, foi prontamente se posicionar a favor do PHA, já com o discursinho da Globo opressora engatilhado.

    Resposta
    • 19/06/2018, 20:10 em 20:10
      Permalink

      Sr. Mokvwap, esses blogs (ou alguns deles) que o senhor odeia recebiam verbas publicitárias do governo federal e de estatais durante o governo petista. Mas o governo federal também distribuía verbas, entre outros, à Globo, SBT, Band e até jornais antipetistas do interior. Se o senhor não sabe, até empresas de comunicação do João Agripino Dória receberam gordas verbas publicitárias durante o governo petista. É que os governos Lula e Dilma eram democráticos, republicanos. Aliás, Lula e Dilma estavam sendo corretíssimos. Ou será que direitistas, fascistas e conservadores de todos os credos são os únicos que pagam impostos no país?

      Resposta
  • 19/06/2018, 20:33 em 20:33
    Permalink

    O jornalista Paulo Henrique Amorim pode ter perdido essa causa mas já ganhou muitas outras. E olhe que o jornalista PHA é bombardeado continuamente com processos na tentativa de fazê-lo calar. Só os defensores do partido único e críticos no pluralismo no universo político torcem para que seu blog seja sufocado por processos no judiciário ou pela falta de condições econômicas. Mas, enquanto houver democracia e defensores do sistema democrático no Brasil o blog do PHA continuará vivo. Inclusive com campanhas de assinatura e crowfunding.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: